ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Ganho recente força ajuste e Ibovespa opera em queda

16/02/2018 17h34

O Ibovespa tenta mais um dia de pequenos ganhos hoje, em continuidade à força que vem apresentando nos últimos dias e com o avanço das bolsas no exterior. O índice, no entanto, oscila sem grande força, impulsionado por uma realização de lucros antes do feriado nos Estados Unidos e após os ganhos dos últimos dias. Às 16h30, a bolsa caia 0,32%, aos 84.020 pontos.


Entre os destaques positivos do dia, permanecem as ações da Fibria (+6,03%) e Suzano (+3,15%). Há pouco, as siderúrgicas Gerdau (+4,97%) e Metalúrgica Gerdau (+4,80%) também passavam ao grupo das maiores altas, reagindo à recomendação do Departamento de Comércio dos Estados Unidos de que o governo do país adote tarifas de 24% sobre todas as importações de aço e de 7,7% sobre as de alumínio.


Segundo um operador, a notícia desperta o interesse do investidor pelos papéis das duas siderúrgicas porque trata-se de uma decisão que tende a beneficiar a indústria local ? a Gerdau tem fábricas nos Estados Unidos.


"Isso deve reforçar a vantagem competitiva das unidades americanas da empresa, que são um importante componente nos resultados", diz Vitor Suzaki, analista da Lerosa Investimentos.


Operadores veem uma continuidade da demanda por risco no exterior, além de observarem que a bolsa brasileira ainda conta com importante força. A pressão por realização de lucros depois de dois dias de avanços, por outro lado, é o que impede o Ibovespa de perseguir altas mais intensas.


Antes do feriado pelo Dia do Presidente nos EUA na segunda-feira, o investidor também é pressionado no dia a adotar certa proteção, o que explica o movimento modesto do mercado local e também em outros emergentes. Entre as "blue chips", Petrobras ON cai 0,10%, mesma variação do Itaú Unibanco; na semana, os dois papéis já acumularam avanço de 3,19% e 4,24%, respectivamente.

Mais Economia