Bolsas

Câmbio

Forjas Taurus diz desconhecer razão para forte oscilação de suas ações

Em resposta a um ofício enviado na segunda-feira pela B3, a fabricante de armas Forjas Taurus afirmou hoje que desconhece os motivos pelos quais suas ações ordinárias e preferenciais tenham registrado forte oscilações nos últimos pregões.


"Conforme requerido, a companhia, após inquirir os seus administradores e acionista controlador, esclarece que desconhece qualquer fato ou ato relevante que possa ter influenciado a oscilação de suas ações, o número de negócios ou quantidades negociadas (...)", diz a empresa em comunicado ao mercado.


As ações preferenciais da Forjas Taurus encerraram o pregão de segunda-feira com alta de 14,80%, enquanto as ordinárias subiram 13,51%. No pregão de sexta-feira (23), foram registradas valorizações de 9,17% e 16,84%, respectivamente.


Na mesma sexta-feira, o conselho de administração da companhia elegeu Luiz Augusto Polacchini para os cargos de diretor administrativo e financeiro e diretor de relações com investidores (RI). O executivo que estava na função anteriormente, Thiago Piovesan, renunciou no final de dezembro, junto com o diretor-presidente da Forjas Taurus, Marco Aurélio Salvany. Na época, a empresa informou que Salesio Nuhs havia assumido a presidência.


Na quarta-feira passada, o jornal O Globo também noticiou que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pode apresentar nesta semana projetos na área de segurança. Entre as propostas está o que flexibiliza o estatuto do desarmamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos