ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Martin Sorrell renuncia ao cargo de presidente da WPP

14/04/2018 19h08

O todo poderoso executivo do mundo da comunicação, Martin Sorrell, renunciou ao comando do WPP, o maior grupo do setor.

O executivo está sob pressão desde o fim do mês passado, quando uma investigação para apurar se ele teria usado recursos da companhia de forma indevida foi instalada. A WPP afirma que os valores envolvidos não são significativos. Já Sorrell nega as acusações.

Em carta obtida pelo site The Street, Sorrell diz que os atuais acontecimentos estão colocando pressão desnecessária sobre o negócio e, por isso, ele decidiu deixar a empresa. "Como fundador, posso dizer que a WPP não é só uma questão de vida ou morte, ela sempre foi, é e continuará sendo mais importante que isso", escreveu. De acordo com o executivo, o plano de sucessão está pronto a algum tempo e uma nova geração de executivos, liderada por Mark Read (presidente da agência Wunderman) e Andrew Scott (diretor de desenvolvimento corporativo da WPP e diretor de operações da Europa) está preparada para lidar com os desafios a serem enfrentados pela companhia.

Aos 73 anos, Sorrell é um dos nomes mais importantes no mercado de comunicação. Em meados da década de 1980, ele investiu na Wire and Plastic Products, uma fabricante inglesa de cestas de compras para supermercados. Como presidente da companhia, ele começou a fazer uma série de aquisições. Foram 18 só nos primeiros três anos. Nos anos seguintes, nomes como Ogilvy & Mather e Young & Rubicam também integraram a lista. Em 2017, a receita da companhia passou de 15 bilhões de libras. A companhia opera em 112 países e emprega 200 mil pessoas.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia