PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Bolsonaro confunde Pix com aviação civil; entenda o sistema de pagamento

Hanrrikson de Andrade e Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

05/10/2020 14h13Atualizada em 05/10/2020 17h01

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje desconhecer o Pix, novo meio de pagamentos e transferências desenvolvido pelo Banco Central, órgão que compõe a estrutura de governo. O sistema estreou hoje e, de acordo com dados do Banco Central, já tem mais de 1 milhão de chaves registradas em seu primeiro dia. Reportagem do UOL mostra como fazer o cadastro.

Parabenizado por um apoiador pela implementação do Pix, o mandatário se equivocou e confundiu o tema com um assunto de aviação civil. Posteriormente, justificou-se dizendo que ainda não havia "tomado conhecimento" da nova tecnologia.

"Não tomei conhecimento. Vou conversar esta semana com o Roberto Campos", afirmou ele, em referência ao presidente do BC.

A declaração ocorreu durante a tradicional conversa do presidente com seus seguidores na portaria do Palácio da Alvorada, na manhã de hoje.

O Pix será utilizado, de acordo com o Banco Central, como uma alternativa mais eficiente aos DOCs e TEDs. O sistema não terá custo para os usuários e será instantâneo, disponível 24 horas por dia —diferentemente do modelo atual, que possui horários limites e taxas bancárias.

A previsão é que a maioria das transações seja aprovada e finalizada em até 10 segundos. Estima-se que esse mercado pode atrair mais de 180 milhões de clientes.

A previsão do BC é que o Pix esteja completamente implementado e já em funcionamento a partir de 16 de novembro deste ano, mas há uma tendência de que a adoção do novo sistema pelas instituições que não são obrigadas a aderi-lo aconteça de forma gradual.

Equívoco

Ao confessar que não estava informado sobre o Pix, Bolsonaro respondeu que havia discutido nesta semana questões referentes à carteira de habilitação para pilotos com ministro Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura). Logo depois, ele foi alertado por um apoiador a respeito do equívoco.

Bolsonaro respondeu então que não leu sobre o assunto e que tratou nessa semana sobre carteira de habilitação para pilotos com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. O apoiador, então, explica ao presidente o funcionamento do Pix.