PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Agronegócio

Governo mantém autorização para uso de agrotóxicos que podem afetar abelhas

05/12/2013 16h44

O Ministério da Agricultura estendeu a autorização para pulverização de lavouras de algodão com agrotóxicos que podem reduzir populações de abelhas.

Antes permitido para a safra 2012/2013, o uso agora pode ser feito até 31 de julho de 2014. A medida foi publicada nesta quinta-feira (5) no Diário Oficial da União.

Segundo o ministério, a prorrogação é necessária para evitar perdas nas lavouras.

Os agrotóxicos que contêm as substâncias imidacloprido, tiametoxam, clotianidina e fipronil podem reduzir as populações de abelhas, causando desequilíbrio no ecossistema.

Este ano, o Ministério da Agricultura permitiu a pulverização emergencial dos produtos em lavouras de algodão, arroz, cana-de-açúcar e trigo, mas impôs restrições.

Antes da aplicação, os agricultores deverão notificar os criadores de abelhas localizados em um raio de 6 quilômetros do local, com antecedência mínima de 48 horas. A fiscalização da utilização restrita fica a cargo do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

(Com Agência Brasil)

Agronegócio