Ao VivoDireto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Brasil apresenta pedido para fazer parte da OCDE

O governo brasileiro apresentou nesta terça-feira (30) à OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) solicitação para se juntar à entidade. Em abril, a agência de notícias Reuters informou que o Brasil estava prestes a se juntar ao grupo de 35 membros com sede em Paris. A solicitação é um esforço para fortalecer os laços com países desenvolvidos ocidentais depois que os governos brasileiros anteriores priorizaram relações com países em desenvolvimento. O pedido ocorre num momento em que o governo enfrenta grave crise política. (Com Reuters)

Petrobras diz que Justiça manteve venda de fatia na Liquigás

A Petrobras informou nesta terça-feira (30) que obteve decisão favorável no Tribunal Regional Federal, com a manutenção de uma sentença da Justiça Federal de Sergipe sobre a venda de sua participação na Liquigás. A venda da Liquigás à Ultragaz, subsidiária da Ultrapar, no valor de R$ 2,8 bilhões, foi aprovada em assembleia geral extraordinária da Petrobras. (Com Reuters)

Agência mantém nota da Vale apesar de piora no perfil do Brasil

A agência de classificação de ricos Moody's manteve a perspectiva positiva para a nota de crédito da mineradora Vale, após piorar na semana passada a perspectiva do Brasil. Segundo a agência, embora a Vale tenha 64% dos seus ativos no Brasil, mais de 90% das receitas são advindas das exportações. A empresa também se beneficia de um amplo acesso a financiamentos externos. "A posição competitiva da Vale como o principal produtor de minério de ferro e níquel em todo o mundo, o forte perfil de negócios e a alta exposição a mercados fora do Brasil apoiam a perspectiva positiva da empresa", disse a vice-presidente e diretora de crédito da Moody's, Barbara Mattos. (Com Reuters)

Índices da Bolsa dos Estados Unidos fecham em queda

Os principais índices das Bolsa dos Estados Unidos fecharam em queda nesta terça-feira (30), puxados por ações dos setores de energia e financeiro. O índice Dow Jones 0,24%, a 21.029 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,12%, a 2.412 pontos, e o índice de tecnologia Nasdaq se desvalorizou 0,11%, a 6.203 pontos. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa fecha em alta de 0,32%, com avanço da Vale e de bancos

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em alta de 0,32% nesta terça-feira (30), a 63.962,27 pontos. Na véspera, a Bolsa havia caído 0,51%. A alta no dia foi influenciada, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da mineradora Vale e dos bancos, que têm grande peso no índice. (Com Reuters)

Dólar cai 0,23% e fecha cotado a R$ 3,262, menor valor em dez dias

dólar comercial fechou esta terça-feira (30) em queda de 0,23%, cotado a R$ 3,262 na venda. É o menor valor de fechamento desde 19 de maio (R$ 3,257). Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,13%.  Investidores seguem atentos aos desdobramentos da crise política que atinge o país. Cresce no mercado a aposta de que Michel Temer não vai continuar na Presidência, mas existe a expectativa de que quem o substituir mantenha a agenda de reformas. (Com Reuters)

Kraft Heinz investirá R$ 380 milhões em nova fábrica em Goiás

A Kraft Heinz investirá R$ 380 milhões em uma nova fábrica na cidade de Nerópolis, em Goiás. A unidade deve entrar em funcionamento em abril de 2018. As obras serão iniciadas ainda no primeiro semestre de 2017. A nova fábrica deve elevar a capacidade atual da companhia em 50%, com a adição de 15 mil toneladas de produção de condimentos, entre ketchup, maionese e mostarda. A empresa estima gerar 500 novos empregos com a unidade. Cerca de 600 postos de trabalho devem ser gerados durante a construção. (Com Valor) Leia Mais

Estatal Dersa põe à venda área em SP ao preço mínimo de R$ 5,7 mi

A estatal paulista Dersa (Desenvolvimento Rodoviário) recebe, até 5 de junho, propostas para venda de área de 155 mil metros quadrados, em São Paulo, na alça de aceso do Rodoanel Mario Covas à Via Anhanguera, sentido capital. O vencedor da concorrência será a empresa ou pessoa física que apresentar o maior valor, a partir do preço mínimo de R$ 5,7 milhões. Segundo a Dersa, a compra pode ser feita com entrada mínima de 15% do valor fechado, com parcelamento em até cinco anos. A correção das parcelas será pelo IGP-DI mais 12% ao ano. A região em que o terreno está localizado tem via pavimentada, guias e sarjetas, iluminação pública, redes de água e esgoto, luz domiciliar, transporte coletivo e coleta de lixo, de acordo com a estatal. (Com Valor)

Bovespa sobe, e dólar opera em queda, vendido perto de R$ 3,26

dólar comercial caía, e a Bolsa operava em alta nesta terça-feira (30). Por volta das 16h, a moeda norte-americana se desvalorizava 0,25%, a R$ 3,261 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,31%, a 63.957,07 pontos. Investidores seguem atentos à crise política que atingiu o governo após denúncias contra o presidente Michel Temer. Nesta terça, um acordo entre a oposição e o governo adiou para a semana que vem a votação da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Também hoje, começa a reunião de dois dias para o BC decidir a taxa básica de juros (Selic). A expectativa é de corte em 1 ponto percentual, para 10,25%. (Com Reuters)

'Faço meu trabalho e as agências de risco fazem o delas', diz Meirelles

Ao ser questionado nesta terça-feira (30) sobre o que pensa em relação aos alertas recentes de agências de classificação de risco, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que faz seu "trabalho e as agências de classificação fazem o delas". Nos últimos dias, a Moody's alterou a perspectiva da nota de crédito do Brasil de estável para negativa e a Standard & Poor's colocou a nota em revisão para possível rebaixamento. (Com Agência Estado) Leia Mais

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,26, e Bolsa sobe

dólar comercial operava quase estável, e a Bolsa subia nesta terça-feira (30). Por volta das 15h, a moeda norte-americana tinha leve queda de 0,17%, a R$ 3,264 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,41%, a 64.020,71 pontos. Investidores seguem atentos à crise política que atingiu o governo após denúncias contra o presidente Michel Temer. Nesta terça, acontece sessão da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado sobre a reforma trabalhista. Segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), a votação do parecer será só na semana que vem. Também hoje, começa a reunião de dois dias para o BC decidir a taxa básica de juros (Selic). A expectativa é de corte em 1 ponto percentual, para 10,25%. (Com Reuters)

Bolsa de Londres vai comprar operação de análise de renda fixa do Citigroup

A Bolsa de Londres (London Stock Exchange, ou LSE) fechou acordo para comprar a plataforma de análise de renda fixa do Citigroup e negócios de índice por US$ 685 milhões, informaram as empresas nesta terça-feira (30). A LSE afirmou que o acordo impulsionará as capacidades de dados e análise de seus serviços de informações e da unidade de negócios FTSE Russell, incluindo um aumento nos ativos de referência sob gestão para cerca de US$ 15 trilhões. O acordo, que está sujeito à aprovação de órgão reguladores e deve ser concluído no segundo semestre deste ano, vai adicionar US$ 30 milhões à receita da LSE ao longo dos três primeiros anos após a conclusão e gerar US$ 18 milhões em economias de custos. (Com Reuters) Leia Mais

Maioria das Bolsas da Europa fecha em queda; Portugal perde 1%

Das seis principais Bolsas de Valores da Europa, quatro fecharam em queda, uma ficou praticamente estável e só uma registrou alta nesta terça-feira (30). O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,22%, a 1.533 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600perdeu 0,19%, a 390 pontos. Veja o desempenho dos principais mercados europeus nesta sessão:

  • Itália: +0,15%
  • Espanha: -0,07%
  • Alemanha: -0,24%
  • Inglaterra: -0,28%
  • França: -0,5%
  • Portugal: -1,02% (Com Reuters)
Leia Mais

Ação da Amazon chega a valer US$ 1.000 na Bolsa de Nova York

As ações da gigante de comércio eletrônico Amazon superaram momentaneamente a marca de US$ 1.000 na sessão desta terça-feira (30), na Bolsa de Nova York. Os papéis da empresa chegaram a ser negociados a US$ 1.001,20, o maior valor já registrado para as ações da Amazon em uma sessão. O valor de mercado da Amazon, de US$ 475 bilhões, é o quarto maior de uma companhia listada nos Estados Unidos, atrás da Microsoft (US$ 540 bilhões), da Alphabet, dona do Google (US$ 680 bilhões), e da Apple (US$ 800 bilhões). (Com Reuters)

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,27, e Bolsa sobe

dólar comercial operava quase estável, e a Bolsa subia nesta terça-feira (30). Por volta das 14h10, a moeda norte-americana tinha leve queda de 0,02%, a R$ 3,269 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,42%, a 64.028,77 pontos. Investidores seguem atentos à crise política que atingiu o governo após denúncias contra o presidente Michel Temer. Nesta terça, acontece sessão da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado sobre a reforma trabalhista. Segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), a votação do parecer será só na semana que vem. Também hoje, começa a reunião de dois dias para o BC decidir a taxa básica de juros (Selic). A expectativa é de corte em 1 ponto percentual, para 10,25%. (Com Reuters)

Consumo de gás natural cresce 3,9% em março, mas cai 1,9% em um ano

O consumo brasileiro de gás natural em março cresceu 3,9% em relação ao mês anterior, para 56,05 milhões de metros cúbicos/dia, segundo dados da Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado) divulgados nesta terça-feira (30). Na comparação com março de 2016, porém, houve queda de 1,9% no consumo. Para a Abegás, o destaque de março foi o aumento do consumo da indústria, o que apontaria para uma recuperação da economia. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,27, e Bovespa sobe

dólar comercial operava quase estável, e a Bolsa subia nesta terça-feira (30). Por volta das 13h10, a moeda norte-americana tinha leve queda de 0,13%, a R$ 3,265 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,44%, a 64.044,59 pontos. Investidores seguem atentos à crise política que atingiu o governo após denúncias contra o presidente Michel Temer. Nesta terça, acontece sessão da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado sobre a reforma trabalhista. Segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), a votação do parecer será só na semana que vem. Também hoje, começa a reunião de dois dias para o BC decidir a taxa básica de juros (Selic). A expectativa é de corte em 1 ponto percentual, para 10,25%. (Com Reuters)

BNDES terá preferência em fundo de US$ 20 bi formado por Brasil e China

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Social) será operador preferencial do Fundo de Cooperação Brasil-China de até US$ 20 bilhões em projetos de investimento no país, informouo banco nesta terça-feira (30). Do total, US$ 15 bilhões serão desembolsados pelo Claifund e os US$ 5 bilhões restantes por bancos. Além do BNDES, a Caixa Econômica Federal também atuará como operadora preferencial. Os setores prioritários para financiamento pelo fundo são infraestrutura, logística e energia, mas também serão avaliados projetos em indústria, recursos minerais, agroindústria, novas tecnologias e serviços digitais. O Fundo de Cooperação Brasil-China será lançado nesta terça por autoridades dos dois países. (Com Reuters) Leia Mais

Advogados deixam representação da dona da JBS em acordo com o MPF

Os advogados da Trench, Rossi e Watanabe não representam mais a J&F Investimentos, controladora da JBS (JBSS3), nas negociações com o Ministério Público Federal (MPF) sobre acordo de leniência. A informação foi confirmada tanto pelo escritório de advocacia quanto pela companhia nesta terça-feira (30). "A negociação atingiu um impasse, e a opção pela substituição do escritório ocorreu de comum acordo entre a J&F e o Trench Rossi Watanabe", disse a holding, sem informar quem assumirá no lugar. (Com Reuters)

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,27, e Bovespa sobe

dólar comercial operava quase estável, e a Bolsa subia nesta terça-feira (30). Por volta das 12h10, a moeda norte-americana tinha leve queda de 0,11%, a R$ 3,266 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,41%, a 64.023,64 pontos. Investidores seguem atentos à crise política que atingiu o governo após denúncias contra o presidente Michel Temer. Nesta terça, acontece sessão da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado sobre a reforma trabalhista. Segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), a votação do parecer será só na semana que vem. Também hoje, começa a reunião de dois dias para o BC decidir a taxa básica de juros (Selic). A expectativa é de corte em 1 ponto percentual, para 10,25%. (Com Reuters)

Minoritários vão pressionar pela saída de Wesley Batista da JBS, diz fonte

Minoritários da JBS, incluindo o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), estão se articulando para pressionar pela saída de Wesley Batista do Conselho de Administração e da presidência executiva da empresa, disse uma fonte a par das discussões. Na sexta-feira (26), Joesley renunciou à presidência do conselho da JBS. Já Wesley deixou a vice-presidência, mas se manteve como membro do colegiado e presidente-executivo da maior produtora de carne bovina do mundo. Segundo a fonte, a permanência de Wesley é vista pelos minoritários como insustentável para a imagem da empresa. Por isso, esses acionistas pretendem apresentar um recurso na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para forçar a saída do sócio. (Com Reuters) Leia Mais

Reforma da Previdência: aliados já falam em aprovar só idade mínima

Com o agravamento da crise política no país, líderes de partidos da base aliada na Câmara dos Deputados começaram a defender uma reforma da Previdência mais "enxuta". Nas conversas, os parlamentares já discutem aprovar apenas o aumento da idade mínima para a aposentadoria, considerado um dos pilares da proposta. As outras mudanças seriam encaminhadas só a partir de 2019, quando o país terá um novo presidente eleito pelo voto direto. (Com Agência Estado) Leia Mais

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,27, e Bovespa sobe

dólar comercial operava quase estável, e a Bolsa subia nesta terça-feira (30). Por volta das 11h20, a moeda norte-americana tinha leve alta de 0,03%, a R$ 3,271 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,36%, a 63.989,97 pontos. Investidores seguem atentos à crise política que atingiu o governo após denúncias contra o presidente Michel Temer. Nesta terça, acontece sessão da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado sobre a reforma trabalhista. Segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), a votação do parecer será só na semana que vem. Começa hoje a reunião de dois dias para o BC decidir a taxa básica de juros (Selic). A expectativa é de corte em 1 ponto percentual, para 10,25%. (Com Reuters)

Brasil voltou à "normalidade macroeconômica", diz Meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira (30) que o Brasil voltou a ter uma "normalidade macroeconômica" e que o atual governo trabalhou para dar aos agentes econômicos maior previsibilidade e confiança sobre a economia, o que ajuda a melhorar os investimentos. Sem citar a atual crise política que atinge o presidente Michel Temer, Meirelles disse ainda que a agenda adotada pelo governo permitiu ao país continuar crescendo mesmo com problemas de diversas naturezas. (Com Reuters) Leia Mais

Reforma trabalhista só será votada em comissão na próxima semana, diz Jucá

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou nesta terça-feira (30) que o governo concordou com acordo costurado entre líderes na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para votar a reforma trabalhista no colegiado apenas na próxima terça-feira (6). "Nós vamos cumprir o nosso acordo, vamos encerrar discussão hoje e votar na próxima terça-feira", afirmou o senador. Falando no início da sessão, Jucá afirmou que a ideia, com isso, é não haver "batalha regimental" na apreciação da matéria na CAE. (Com Reuters) Leia Mais

Reforma trabalhista só será votada em comissão na próxima semana, diz Jucá - Eduardo Anizelli/Folhapress

Dólar opera em queda, vendido perto de R$ 3,26, e Bolsa sobe

O dólar comercial operava em queda e a Bolsa subia nesta terça-feira (30). Por volta das 10h20, a moeda norte-americana caía 0,2%, a R$ 3,263 na venda. Investidores continuavam atentos à crise política que atingiu o presidente Michel Temer. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 0,19%, a 63.885,22 pontos. Nesta terça, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado deve votar parecer de reforma trabalhista. Além disso, o Banco Central dá início a reunião de dois dias para decidir a taxa básica de juros (Selic). A expectativa do mercado é de corte em 1 ponto percentual, a 10,25%. (Com Reuters)

Governo reduz taxas de embarque do Aeroporto Internacional de Natal

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) reajustou os limites máximos das tarifas cobradas no Aeroporto Internacional de Natal (São Gonçalo do Amarante), no Rio Grande do Norte, com uma redução de 1,1259% nos valores cobrados. Com isso, as tarifas de embarque nacional e internacional no aeroporto vão cair de R$ 21,99 e R$ 38,92 para R$ 21,74 e R$ 38,49, respectivamente. O detalhamento dos valores está publicado na edição desta terça-feira (30), do Diário Oficial da União (DOU). (Com Estadão Conteúdo)

Maia: Câmara vai retomar em poucas semanas discussão sobre Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira (30) que os parlamentares da Casa vão retomar "em poucas semanas" as discussões sobre a reforma da Previdência e disse ter certeza de que o projeto será aprovado pelo Congresso. Em discurso no Fórum de Investimentos Brasil 2017 em São Paulo, Maia afirmou que a agenda da Câmara, no momento, tem como foco o mercado e o setor privado, e ressaltou que a Casa já aprovou a reforma trabalhista --atualmente em tramitação no Senado. Também em discurso no mesmo evento, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), acrescentou que o Congresso segue adiante, apesar de dificuldades, e assegurou que todas as reformas serão aprovadas. (Com Reuters) Leia Mais

PIB da França cresce 0,4% no 1º trimestre, aponta revisão

O PIB (Produto Interno Bruto) da França avançou 0,4% no primeiro trimestre do ano ante os três últimos meses de 2016, de acordo com revisão publicada nesta terça-feira (30) pelo instituto de estatísticas francês, o Insee. Originalmente, o crescimento da França entre janeiro e março havia sido estimado em 0,3%.Apesar da revisão para cima, o resultado ainda aponta uma desaceleração em relação ao quarto trimestre do ano passado, quando o PIB francês mostrou expansão de 0,5% ante o terceiro trimestre. (Com Estadão Conteúdo) Leia Mais

Dólar opera em queda, vendido perto de R$ 3,26; acompanhe

O dólar comercial abriu os negócios desta terça-feira (30) em queda. Por volta das 9h10, a moeda norte-americana operava em baixa de 0,17%, a R$ 3,264 na venda. Investidores continuavam atentos à crise política que atingiu o presidente Michel Temer. Nesta terça, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado deve votar parecer de reforma trabalhista. Além disso, o Banco Central dá início a reunião de dois dias para decidir a taxa básica de juros (Selic). As expectativas gerais são de corte em 1 ponto percentual, a 10,25%. (Com Reuters)

Cade pode tirar até 10% dos alunos de Kroton e Estácio em fusão, diz jornal

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) endureceu as negociações sobre a fusão entre Kroton Educacional e Estácio Participações, aumentando o rol de ativos que terão de ser vendidos para resolver problemas concorrenciais, segundo o jornal "O Estado de S. Paulo" desta terça-feira (30). Sem identificar as fontes, o jornal diz que o Cade pode exigir a venda de 10% do ensino presencial, o que faria o grupo resultante da fusão perder 150 mil alunos. Ainda segundo o jornal, as reuniões se intensificaram na última semana, mas um acordo entre as duas empresas e a autarquia ainda está distante. (Com Reuters)

Bolsa da Austrália fecha em alta de 0,19%; Mercado na China não opera

Das sete principais Bolsas de Valores da Ásia e do Pacífico, duas fecharam em queda, uma ficou praticamente estável e uma teve alta nesta terça-feira (30). Os mercados da China, de Hong Kong e de Taiwan ficaram fechados para feriado. Confira abaixo o desempenho dos principais mercados da região nesta terça:

  • Austrália: +0,19%
  • Japão: -0,02%
  • Cingapura: -0,3%
  • Coreia do Sul: -0,39%
  • China, Hong Kong e Taiwan não operaram (Com Reuters)
Leia Mais

Conversor de moedas

Resultado:

Cursos Online
UOL Cursos Online

Câmbio

Dólar comercial - 03/11/2020 17h00
Compra Venda Variação
Dólar com. 5,7600 5,7609 +0,39%
Dólar tur. 5,7200 6,0700 +0,17%
Euro 6,7287 6,7303 +0,67%
Libra 7,4871 7,4888 +0,92%
Pesos arg. 0,0728 0,0729 -0,14%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Bolsas de Valores

Bovespa - 03/11/2020 18h55 - 96.318,76
Variação
Brasil | Bovespa +2,52%
EUA | Nasdaq +2.56%
França | CAC 40 +2.44%
Japão | Nikkei +1.82%

Fonte Thompson Reuters

Veja outras cotações

Ações em destaque

Ação Variação Cotação
Veja outras cotações

Commodities

Venda Variação
Petróleo (Brent) US$ 37,530 0,0%
Ouro US$ 1907,550 +0,62%
Prata US$ 24,170 +0,42%
Platina US$ 875,555 +1,02%
Paládio US$ 2302,003 +3,28%

Fonte Thompson Reuters

Inflação

Índice Mês Valor
IPCA jul.18 +0,33%
IPC-Fipe jul.18 +0,23%
IGP-M jul.18 +0,51%
INPC jul.18 +0,25%

Fonte Thompson Reuters

Indicadores

Valor Atualização
Salário Mínimo R$ 954,00 2018
Global 40 +112,32% 17.Mar.2020
TR 0,0% 17.Mar.2020
CDI +1,9% 03.Nov.2020
SELIC +6,5% 01.ago.2018
IPCA +0,33% jul.18

Fonte Thompson Reuters

Últimas notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos