Bolsas

Câmbio

Direto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Governo investiga se cobrar bagagem fez cair preço das passagens

A Secretaria Nacional do Consumidor, órgão do Ministério da Justiça, começou uma "averiguação preliminar" para checar se a queda de preços das passagens aéreas tem relação com a cobrança de bagagem despachada, como apontou a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas).  Leia Mais

Índices dos Estados Unidos fecham estáveis

Os índices de ações dos Estados Unidos fecharam com poucas variações nesta terça-feira (26). O índice Dow Jones caiu 0,05%, a 22.284 pontos, enquanto o S&P 500 ficou estável, a 2.496 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,15%, a 6.380 pontos. (Com Reuters) 

Bolsa fecha em queda pelo quarto dia seguido

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (26) em queda de 0,17%, a 74.318,72 pontos. É a quarta baixa seguida. Na véspera, a Bolsa caiu 1,26%.  Leia Mais

Dólar tem 2ª alta seguida e fecha a R$ 3,167, maior valor em mais de 1 mês

dólar comercial fechou esta terça-feira (26) em alta de 0,29%, cotado a R$ 3,167 na venda. É a segunda alta seguida da moeda, que subiu 0,95% na véspera, e o maior valor desde 22 de agosto (R$ 3,181).  Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,17

A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta nesta terça-feira (26). Por volta das 16h25, a moeda norte-americana subia 0,42%, a R$ 3,171 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, apresentava valorização de 0,32%, a 74.685,1 pontos. Investidores seguem de olho no cenário político, com foco na denúncia contra o presidente Michel Temer, e monitoram as tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos. (Com Reuters)

Governo manterá leilão de usinas da Cemig, diz ministro

O governo manterá o leilão das concessões de quatro hidrelétricas da Cemig, agendado para quarta-feira (27), a não ser que a empresa consiga uma decisão do Supremo Tribunal Federal para suspender ou alterar os termos da licitação, disse nesta terça-feira o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. (Com Reuters) 

Altas graduais dos juros devem continuar, afirma chefe do BC dos EUA

O Federal Reserve precisa continuar com altas graduais dos juros apesar das amplas incertezas sobre a trajetória de inflação, disse nesta terça-feira (26) a presidente do banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, reconhecendo as dificuldades do Fed em prever uma de suas principais metas de política monetária. (Com Reuters)  Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,17

A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta nesta terça-feira (26). Por volta das 15h20, a moeda norte-americana subia 0,3%, a R$ 3,167 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, apresentava valorização de 0,43%, a 74.765,98 pontos. Investidores seguem de olho no cenário político, com foco na denúncia contra o presidente Michel Temer, e monitoram as tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos. (Com Reuters)

Petrobras aumenta em 7,9% preço do gás para comércio e indústria

A Petrobras aumentará em uma média de 7,9% os preços de comercialização às distribuidoras do gás liquefeito de petróleo (GLP) de uso industrial e comercial a partir de quarta-feira (27), informou a estatal em nota nesta terça-feira. Na segunda-feira, a Petrobras também anunciou um aumento de 6,9%, em média, nos preços do gás para uso residencial vendido em botijões de até 13 kg, medida que entrou em vigor hoje. (Com Reuters)  

Bolsas da Espanha e da Inglaterra fecham em queda; Itália sobe

O mercado de ações da Europa registrou resultados positivos e negativos nesta terça-feira (26). Veja as variações das Bolsas: 

  • Itália: +0,18%
  • Alemanha: +0,08%
  • Portugal: +0,07%
  • França: +0,03%
  • Inglaterra: -0,21%
  • Espanha: -0,26%. (Com Reuters) 
Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,17

A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta nesta terça-feira (26). Por volta das 12h35, a moeda norte-americana subia 0,35%, a R$ 3,168 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, apresentava valorização de 0,44%, a 74.771,78 pontos. Investidores seguem de olho no cenário político, com foco na denúncia contra o presidente Michel Temer, e monitoram as tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos. (Com Reuters)

Receita quer dobrar autuações de pequenas e médias empresas em 2017

A Receita Federal pretende dobrar neste ano o número de autuações de pequenas e médias empresas, divulgou o órgão nesta terça-feira (26). (Com Folha)  Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,17

A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta nesta terça-feira (26). Por volta das 12h25, a moeda norte-americana subia 0,44%, a R$ 3,171 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, apresentava valorização de 0,27%, a 74.646,64 pontos. Investidores seguem de olho no cenário político, com foco na denúncia contra o presidente Michel Temer, e monitoram as tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos. (Com Reuters)

Confiança da construção no Brasil tem 4ª alta seguida, diz FGV

A confiança da construção do Brasil avançou pela quarta vez seguida em setembro, com melhora tanto da avaliação atual quanto das expectativas, informou a FGV nesta terça-feira (26). (Com Reuters)  Leia Mais

Governo cede em programa de renegociação de dívidas para até R$ 15 mi

Empresas com dívidas de até R$ 15 milhões deverão ter condições mais favoráveis no Refis, programa de refinanciamento de dívidas com o fisco. (Com Folha)  Leia Mais

Emprego no Centro-Oeste atinge níveis pré-crise; no Nordeste, só piora

Apesar de o emprego dar os primeiros sinais de reação, o mercado de trabalho não se recupera da mesma forma em todo o país. Enquanto na região Centro-Oeste o total de pessoas em atividade já recuperou os níveis pré-crise, no Nordeste, essa trajetória vai na contramão: a queda da população ocupada só se aprofundou entre o primeiro trimestre de 2015 e os três meses encerrados em junho deste ano. (Com Estadão Conteúdo)  Leia Mais

Dólar e Bolsa operam em alta; moeda é vendida perto de R$ 3,17

A Bolsa e o dólar comercial operavam em alta nesta terça-feira (26). Por volta das 11h20, a moeda norte-americana subia 0,3%, a R$ 3,167 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, apresentava valorização de 0,66%, a 74.933,34 pontos. Investidores seguem de olho no cenário político, com foco na denúncia contra o presidente Michel Temer, e monitoram as tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos. (Com Reuters)

Vai viajar para fora? Sites e apps ajudam a comprar moeda mais barata

Está planejando viajar para o exterior e precisa de dólar, euro ou outra moeda? Alguns sites e aplicativos buscam a melhor cotação tanto para compra de dinheiro vivo (moeda em espécie) como de cartão pré-pago, e ajudam a comprar moeda estrangeira mais barata. Leia Mais

Ex-presidente do BC diz que BB seria estatal 'pronta' para ser vendida

O ex-presidente do Banco Central Gustavo Franco avalia que a crise na Petrobras abriu uma "janela" para a retomada das privatizações no país, e que o Banco do Brasil seria a estatal no momento "pronta" para a venda. (Com Estadão Conteúdo) Leia Mais

Gasto de brasileiros no exterior cai 7% em agosto, mas sobe 35% em 1 ano

Os brasileiros gastaram US$ 1,745 bilhão em viagens internacionais em agosto, o que representa queda de 7,1% na comparação com julho (US$ 1,879 bilhão), mas alta de 35,1% em relação ao mesmo mês do ano passado (US$ 1,292 bilhão).  Leia Mais

Dólar opera quase estável, vendido perto de R$ 3,16, e Bolsa sobe

A Bolsa subia e o dólar comercial operava quase estável nesta terça-feira (26). Por volta das 10h15, a moeda norte-americana tinha leve alta de 0,02%, a R$ 3,158 na venda. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, apresentava valorização de 0,28%, a 74.652,13 pontos. Na véspera, a Bolsa fechou em queda de 1,26%. Investidores mostram cautela enquanto esperam a leitura da denúncia contra o presidente Michel Temer e monitoram as tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos. (Com Reuters)

8 empresas estarão no 2° leilão do pré-sal; 3ª rodada terá 11 companhias

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) habilitou oito empresas para a 2ª Rodada de Licitação de áreas para exploração de petróleo e gás no pré-sal, enquanto o 3° leilão teve onze companhias habilitadas. A agência disse que havia recebido dez manifestações de interesse para a 2ª rodada e 15 para a 3ª rodada, que serão ambas realizadas em 27 de outubro no Rio de Janeiro. Entre as habilitadas estão grandes petroleiras, como a norte-americana ExxonMobil, a brasileira Petrobras, a norueguesa Statoil, a espanhola Repsol e a anglo-holandesa Royal Dutch Shell, entre outras. (Com Reuters)

Dólar abre o dia operando em queda, vendido perto de R$ 3,17

O dólar comercial abriu os negócios desta terça-feira (26) operando em alta, após avançar 0,95% na véspera. Por volta das 9h10, a moeda norte-americana subia 0,36%, a R$ 3,169 na venda. A alta acompanha a trajetória da moeda no exterior, em meio ao aumento das tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Sul e à espera do discurso da presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA). Na cena interna, investidores seguem atentos à nova tentativa de leitura da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Câmara. (Com Reuters)

Lucro da Caixa salta 74% no 2º tri e 63% em um ano, a R$ 2,6 bilhões

A Caixa Econômica Federal teve um lucro líquido de R$ 2,6 bilhões no segundo trimestre, alta de 73,9% em relação ao primeiro trimestre e de 62,8% sobre igual período de 2016. Conforme o banco, o resultado foi ajudado pelo crescimento da margem financeira, pela redução nas despesas com reservas para devedores duvidosos, além de receitas maiores com prestação de serviços e controle de despesas administrativas e de pessoal. No acumulado de janeiro a junho, o lucro líquido da Caixa cresceu 69,2% na comparação com o primeiro semestre do ano passado, somando R$ 4,1 bilhões. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsas da Ásia fecham em queda, com tensão na península coreana

A maioria das Bolsas da Ásia e do Pacífico fechou em queda nesta terça-feira (26), diante de um cenário de tensões elevadas na península coreana. O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte disse que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou guerra a seu país e que Pyongyang se reserva o direito de adotar contramedidas, incluindo abater bombardeiros dos EUA mesmo se não estiverem em seu espaço aéreo. Veja as variações dos mercados da região:

  • Japão: -0,33%
  • Hong Kong: +0,05%
  • China: +0,07%
  • Coreia do Sul: -0,26%
  • Taiwan: -0,76%
  • Cingapura: -0,12%
  • Austrália: -0,22%. (Com Reuters)
Leia Mais

Governo proíbe venda de lote de carne moída do frigorífico Frisa

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu nesta terça-feira (16) a distribuição, venda e uso em todo território nacional de lote de carne moída congelada da marca Grã Filé, de produção do Frisa Frigorífico Rio Doce. Conforme a decisão, que entra em vigor nesta terça, a empresa sediada no Espírito Santo deve recolher o lote nº 0049/206 do produto. Em novembro do ano passado, a Minerva anunciou que seu conselho havia aprovado a compra do Frisa Frigorífico Rio Doce por cerca de R$ 205 milhões, mas a companhia posteriormente desfez o acordo. A Frisa atualmente tem unidades em Colatina (ES), Nanuque (MG), Teixeira de Freitas (BA) e Niterói (RJ), contando com cerca de 2.918 colaboradores. (Com Reuters)

UOL Cursos Online

Todos os cursos