Bolsas

Câmbio

Direto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

Mercado vê com ceticismo aprovação da Previdência em 2018

As esperanças do mercado na aprovação da reforma da Previdência este ano foram sepultadas com anúncio do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de que a medida será pautada para fevereiro. O mercado, porém, mantém o mesmo ceticismo em relação às chances de votação no próximo ano, quando os parlamentares estarão com o foco voltado para as eleições. (Com Bloomberg) Leia Mais

Bolsa cai 0,67% e fecha em queda pelo 2º dia; Eletrobras perde 3,8%

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (14) em queda de 0,67%, a 72.428,93 pontos. É a segunda baixa seguida da Bolsa, que caiu 1,22% na véspera. (Com Reuters) Leia Mais

Dólar sobe 0,62% e fecha a R$ 3,336, com votação da Previdência só em 2018

dólar comercial fechou esta quarta-feira (14) em alta de 0,62%, cotado a R$ 3,336 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,37%. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa cai, e dólar opera em alta, vendido perto de R$ 3,34

A Bolsa caía, e o dólar comercial operava em alta nesta quinta-feira (14). Por volta das 16h30 o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha queda de 0,67%, a 72.424,84 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,81%, a R$ 3,343 na venda, com investidores de olho no cenário político. Nesta quinta, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que marcou a votação da reforma da Previdência na Casa para o dia 19 de fevereiro. (Com Reuters)

Principais Bolsas da Europa fecham em queda; Itália perde 0,93%

As principais Bolsas de Valores da Europa fecharam esta quinta-feira (14) em queda. O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,47%, a 1.531 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,46%, a 389 pontos. Veja o desempenhos dos principais mercados europeus nesta sessão:

  • Itália: -0,93%
  • Espanha: -0,82%
  • França: -0,78%
  • Inglaterra: -0,65%
  • Portugal: -0,51%
  • Alemanha: -0,44% (Com Reuters)

Bolsa cai, e dólar opera em alta, vendido perto de R$ 3,34

A Bolsa caía, e o dólar comercial operava em alta nesta quinta-feira (14). Por volta das 15h50 o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha queda de 0,68%, a 72.419,72 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,72%, a R$ 3,34 na venda, com investidores de olho no cenário político. Nesta quinta, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que marcou a votação da reforma da Previdência na Casa para o dia 19 de fevereiro. (Com Reuters)

Bolsa cai, e dólar opera em alta, vendido perto de R$ 3,34

A Bolsa caía, e o dólar comercial operava em alta nesta quinta-feira (14). Por volta das 14h25 o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha queda de 0,82%, a 72.314,05 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,61%, a R$ 3,336 na venda, com investidores de olho no cenário político. Nesta quinta, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que marcou a votação da reforma da Previdência na Casa para o dia 19 de fevereiro. (Com Reuters)

Bolsa cai, e dólar opera em alta, vendido perto de R$ 3,34

A Bolsa caía, e o dólar comercial operava em alta nesta quinta-feira (14). Por volta das 13h30, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha queda de 0,5%, a 72.548,98 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,65%, a R$ 3,338 na venda, com investidores de olho no cenário político. O presidente Michel Temer suspendeu reunião que faria nesta quinta-feira para definir a data da votação da reforma previdenciária. (Com Reuters)

América Latina fechará 2017 com crescimento de 1,3%, diz órgão da ONU

A América Latina e o Caribe fecharão o ano de 2017 com um crescimento econômico de 1,3%, que deve chegar a 2,2% em 2018, no marco de um contexto externo mais favorável do que nos últimos anos, informou nesta quinta-feira (14) em Santiago a Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe), entidade ligada à ONU (Organização das Nações Unidas). (Com Efe) Leia Mais

Mercado vê menor rombo menor nas contas públicas em 2017 e 2018

Os economistas melhoraram suas contas para o deficit primário do governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência) tanto neste ano quanto no ano que vem, diante do aumento visto na receita líquida, conforme relatório Prisma Fiscal divulgado nesta quinta-feira (14) pelo Ministério da Fazenda. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa cai, e dólar opera em alta, vendido perto de R$ 3,34

A Bolsa caía, e o dólar comercial operava em alta nesta quinta-feira (14). Por volta das 12h26, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha queda de 0,87%, a 72.277,57 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,61%, a R$ 3,336 na venda, com investidores de olho no cenário político. O presidente Michel Temer suspendeu reunião que faria nesta quinta-feira para definir a data da votação da reforma previdenciária. (Com Reuters)

Petrobras reduz gasolina em 2%; em cinco meses, preço sobe 26%

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (14) redução de 2% tanto para o preço do diesel quanto para o da gasolina, comercializados nas refinarias. Os reajustes serão válidos partir de sexta-feira (15). Na véspera, a estatal divulgou redução de 0,1% no preço do diesel e aumento de 2,5% no preço da gasolina. (Com Valor) Leia Mais

DEM vai decidir em fevereiro se punirá quem se opuser à reforma da Previdência

O DEM decidiu nesta quinta-feira (14) adiar para fevereiro uma decisão sobre se a bancada do partido na Câmara dos Deputados fechará questão a favor da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma da Previdência, disse o líder da sigla na Casa, Efraim Filho (PB). Fechamento de questão é a expressão usada quando o partido define sua posição a respeito de um tema em votação e ameaça punir os parlamentares "traidores" que votarem de maneira diferente."O Democratas se reúne com sua Executiva em fevereiro e, a partir daí, a maioria da bancada definirá o seu rumo, se haverá ou não esse fechamento", disse Efraim a jornalistas. (Com Reuters)

Dólar opera em alta, vendido perto de R$ 3,34, e Bolsa cai 1%

A Bolsa caía, e o dólar comercial operava em alta nesta quinta-feira (14). Por volta das 11h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha queda de 0,99%, a 72.195,7 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,7%, a R$ 3,339 na venda, com investidores de olho no cenário político. O presidente Michel Temer suspendeu reunião que faria nesta quinta-feira para definir a data da votação da reforma previdenciária. (Com Reuters)

Governo sobe estimativas de alta do PIB para 1,1% em 2017

O Ministério da Fazenda melhorou sua previsão para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2018 para alta de 3%, sobre 2% antes, divulgou o ministro da pasta, Henrique Meirelles, nesta quinta-feira (14), apontando que o cálculo foi embasado pelo aumento da confiança, investimento e consumo. (Com Reuters)  Leia Mais

Temer suspende reunião para anunciar data de reforma

O presidente Michel Temer suspendeu reunião que faria nesta quinta-feira (14) para definir a data da votação da reforma previdenciária. (Com Folha) Leia Mais

Disney compra Fox por US$ 52 bilhões

A Walt Disney Company comprou as divisões de entretenimento da 21st Century Fox por US$ 52,4 bilhões. O negócio foi aununciado formalmente nesta quinta-feira (14).  Leia Mais

Dólar opera em alta, vendido perto de R$ 3,32, e Bolsa cai

A Bolsa caía, e o dólar comercial operava em alta nesta quinta-feira (14). Por volta das 10h15, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha queda de 0,78%, a 72.348,84 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana subia 0,17%, a R$ 3,322 na venda, com investidores aguardando a confirmação do adiamento da reforma da Previdência, após o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), ter dito no final da tarde passada que a apreciação da proposta vai ficar para fevereiro de 2018. Na véspera, a Bolsa fechou em baixa de 1,22%. (Com Reuters)

Após vaivém em votação da reforma, dólar opera quase estável, a R$ 3,32

O dólar comercial abriu os negócios desta quinta-feira (14) operando quase estável, após cair 0,37% na véspera. Por volta das 9h10, a moeda norte-americana registrava leve alta de 0,11%, a R$ 3,32 na venda. Após o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), dizer que a votação da reforma da Previdência ficará para fevereiro, o governo montou uma operação de redução de danos. Em nota, o presidente Michel Temer afirmou que a leitura do novo texto da reforma ocorrerá nesta quinta e só depois será discutida a data da votação. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também negou qualquer acordo para deixar a votação para o ano que vem. (Com Reuters)

Bolsas da Ásia fecham em queda, após EUA subir juros

As Bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam em queda nesta quinta-feira (14), exceto a de Taiwan, após o Fed (Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos) decidiu subir a taxa de juros no país. Veja as variações dos mercados da região:

  • Japão: -0,28%
  • Hong Kong: -0,19%
  • China: -0,29%
  • Coreia do Sul: -0,45%
  • Taiwan: +0,64%
  • Cingapura: -0,95%
  • Austrália: -0,17%. (Com Reuters)
Leia Mais

UOL Cursos Online

Todos os cursos