Bolsas

Câmbio

Quanto custa elogiar alguém? O elogio faz bem para o bom clima na empresa

Daniela do Lago

Daniela do Lago

  • Getty Images

Quanto custa fazer um elogio a um colaborador? Tem gente que parece que a língua vai cair se agradecer ou elogiar o bom trabalho alheio.

Uns chamam elogio de "feedback positivo". Pouco importa o nome dado a essa ação vital para o bom clima na empresa, nos ambientes em que frequenta e até na família.

Ser elogiado faz aumentar autoestima

Elogiar desencadeia uma série de substâncias do prazer, da alegria e da satisfação em quem recebe o elogio, acarretando em mais autoestima. O colaborador que é elogiado fará um pouco melhor e, para receber outro elogio, dará algo mais na próxima vez.

Nas minhas aulas de MBA, oriento meus alunos a fazerem um trabalho de pesquisa sobre o impacto positivo que geram nos ambientes em que transitam. Para minha surpresa, o resultado é que a maioria das pessoas pesquisadas estranha o fato de ter que apontar um aspecto positivo, pois está acostumada a criticar e focar no negativo.

Veja bem, não me refiro ao elogio puxa-saco ou falso; aquele elogio mais exagerado, interesseiro e deslocado, bem fácil de se identificar. Geralmente são emitidos para pessoas que ocupam posições hierárquicas superiores. São os famosos "tapinhas nas costas".

O elogio pode ser considerado um ato puramente de reconhecimento, do fundo do coração da pessoa que o emite, e também pode ser um ato irônico, sedutor, bajulador e sarcástico.

Não adianta dizer coisas do tipo: "fulano faz um trabalho excelente"; "ele é uma boa pessoa"; "um funcionário maravilhoso". Ao dizer tais elogios genéricos, você pode se tornar vazio e ficar até pedante. Melhor evidenciar um fato específico que a pessoa fez para mostrar um trabalho excelente, por exemplo.

Infelizmente, a maioria das pessoas no trabalho, sejam chefes ou funcionários, não elogia. Impressionante como vivemos numa cultura de crítica, em que basta um simples erro no trabalho ou a pessoa agir fora dos padrões esperados, para a crítica rapidamente chegar feroz e pontual. Mas, e quando fazemos algo bacana ou algo extraordinário na empresa?

Elogio é mais poderoso que uma bronca

Às vezes, um elogio sincero é tudo o que funcionário deseja para continuar a performar naquela empresa.

Faça elogio sincero. Todo mundo quer e todos nós precisamos. Elogie, elogie e elogie a cada bom novo comportamento na empresa. Seja generoso na sua aprovação.

No livro "O Poder do Elogio nas Organizações", um dado da pesquisa realizada me chamou atenção: 56% das pessoas consideram que o elogio é mais poderoso que uma bronca. É o caminho mais eficaz para se conseguir um comportamento desejado de outra pessoa. Está mais que na hora de os líderes focarem no que sobra de qualidades nos colaboradores do que focar somente no que falta.

E você? Quando foi o elogio mais recente que você deu?

De nada adianta reclamar que não recebe elogio, se você mesmo não tem hábito de fazê-lo.

Seja justo com quem faz a diferença. Do seu contato pessoal ou profissional, quem merece um elogio agora? Fale para essa pessoa agora mesmo. Não vai lhe custar nada.

Quer saber mais sobre assuntos relacionados a sua carreira? Siga-me nas redes sociais, nas quais sempre compartilho e posto conteúdo e materiais sobre temáticas de gestão de pessoas.

Instagram: @danieladolago
Facebook: treinamentos Daniela do Lago

Daniela do Lago

Daniela do Lago é especialista em comportamento no trabalho, coach de carreira, mestre em administração e professora.

UOL Cursos Online

Todos os cursos