PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Exército suspende curso após militares testarem positivo para coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército  - Marcos Corrêa/PR
O presidente Jair Bolsonaro na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Imagem: Marcos Corrêa/PR
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

30/03/2020 13h36

O Comando Militar da Amazônia (CMA) suspendeu o curso Centro de Instrução de Guerra na Selva após militares testarem positivo para o coronavírus. De acordo com nota do CMA, os militares estão sendo acompanhados por uma equipe médica do Exército e todos apresentam sintomas leves.

O Exército não informou o número de infectados e nem o número de militares no curso. Segundo a nota, a corporação está seguindo todas as recomendações do Ministério da Saúde. "Todos os outros militares que tiveram contato com os infectados estão sendo monitorados, e encontram-se em isolamento. O treinamento encontra-se suspenso", diz o documento.

A nota informa ainda que assim que os militares passaram a sentir os primeiros sintomas da doença foi realizada uma avaliação médica e laboratorial, "com a finalidade de obter diagnóstico, que confirmou positivo".

"Em consonância com as orientações do Ministério da Saúde e do Comando do Exército, todas as medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus estão sendo adotadas pelo CMA", afirma a nota.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.