Conteúdo publicado há 10 meses

Bolsa fecha sexta-feira com queda de 0,12%; dólar fica a R$ 4,933

O dólar comercial encerrou a sessão desta sexta-feira (22) em leve queda, de apenas - 0,06%, cotado a R$ 4,933. A moeda teve alta de 1,26% na variação semanal.

Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3), encerrou em leve queda de 0,12%, aos 116.008,64 pontos. A Bolsa registrou queda de 2,31% na semana.

O cenário interno e externo:

A última sessão da semana é marcada por otimismo na China e o mercado ainda reflete as decisões globais sobre os juros.

Na quarta-feira (20), o banco central norte-americano manteve sua taxa de juros, como esperado, mas indicou que provavelmente aumentará os custos dos empréstimos ao menos mais uma vez este ano. O banco central ainda revisou para cima suas projeções para o patamar de juros ao longo de 2024, com alertas de que a batalha contra a inflação está longe de encerrada.

A perspectiva de juros mais altos nos EUA costuma impulsionar o dólar globalmente, uma vez que implica retornos mais atraentes dos títulos do governo norte-americano, que são extremamente seguros.

No Brasil, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central cortou nesta semana a Selic em 0,50 ponto percentual, para 12,75% ao ano, e sinalizou que manterá o ritmo de cortes.

Embora a ocorrência de reduções na Selic simultaneamente à manutenção de uma política monetária apertada pelo Fed signifique a redução do diferencial de juros entre Brasil e EUA — cenário ruim para o real —, muitos participantes do mercado têm ponderado que os juros domésticos seguirão em patamar restritivo mesmo com o início do afrouxamento pelo Copom, de forma que o impacto na moeda brasileira será limitado.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial (saiba mais clicando aqui). Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

(Com Reuters)

Errata:

o conteúdo foi alterado

  • Diferentemente do informado anteriormente nesta matéria, a Bolsa fechou em queda de 0,12%, e não em queda de 1,93. A informação já foi corrigida.

Deixe seu comentário

Só para assinantes