Bolsas

Câmbio

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://economia.uol.com.br/empreendedorismo/album/2014/02/05/veja-ex--bbbs-que-deram-certo-ou-nao-no-mundo-dos-negocios.htm
  • totalImagens: 12
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140205190703
    • Kleber Bambam [45239]; Diego Alemão [14716]; Marcelo Dourado [22060]; Rogério Padovan [63137]; Dicesar [21792];
    • empreendedor [13313]; Empreendedorismo [12640]; Rede Globo [17404];
Fotos

O prêmio milionário ou mesmo a exposição no "Big Brother Brasil", da TV Globo, levaram alguns ex-participantes a tentar a carreira no mundo dos negócios; clique nas fotos acima e veja quem se deu bem e quem não teve o mesmo sucesso como empresário Arte/UOL Mais

Kleber Bambam, vencedor do BBB1, em 2002: com os R$ 500 mil da premiação na época e mais a renda da participação em eventos, investiu em imóveis e faz dinheiro alugando esses espaços; o empresário também fez curso de DJ e começou a fechar contratos para tocar em casas noturnas do país; ele mantém um escritório no Rio de Janeiro (RJ) para administar os dois negócios Manuela Scarpa/Foto Rio News Mais

Jean Massumi, participou do BBB3, em 2003: depois de sair do programa, o massoterapeuta (massagista) continuou trabalhando em clínicas particulares até que, em 2005, abriu o próprio consultório em São Paulo (SP), onde atua até hoje Divulgação/TV Globo Mais

Sabrina Sato, participou do BBB3, em 2003: desde que saiu do BBB, ela sempre esteve na televisão e aproveitou a exposição para abrir uma agência que, além de administrar a própria carreira, cuida da imagem de outros artistas, como os antigos companheiros do programa "Pânico na Band" Bola, Carioca, Ceará, e Repórter Vesgo; ela é sócia de uma academia em São Paulo e tem vários produtos licenciados com o seu nome, como esmaltes, óculos e sapatos femininos; ela apresenta, ainda, um programa na TV Record Felipe Assumpção e Rodrigo dos Anjos/AgNews Mais

Tatiane "Pink", participou do BBB5, em 2005: antes de entrar no BBB, Pink, como ficou conhecida por conta da coloração rosada de seus cabelos na época, já era dona de um pequeno salão de beleza em Recife (PE), que passou para uma funcionária na época; depois do programa, ela fez parte do elenco de "Zorra Total", da TV Globo, e, em 2008, retornou à capital pernambucana para abrir dois salões de beleza, um para adultos e outro para crianças Divulgação/TV Globo Mais

Sammy Ueda, participante do BBB5, em 2005: ganhou uma unidade da franquia Bon Grillê, em São Paulo (SP), durante uma prova no programa, mas passou o ponto para outro franqueado um ano depois; atualmente, trabalha na empresa de fotografia da família, em Indaiatuba (SP) Divulgação/TV Globo Mais

Rogério Padovan, participou do BBB5, em 2005: logo após o programa, o ex-BBB, que é médico, abriu uma clínica com seu nome, em São Paulo (SP), voltada para a realização de exames e tratamentos de medicina esportiva e contra a obesidade Foto Rio News Mais

Mara, vencedora do BBB6, em 2006: usou o prêmio de R$ 1 milhão para comprar uma casa própria, pagar tratamento especializado para a filha, que sofre de uma lesão cerebral, e para abrir uma pousada em Porto Seguro (BA); além disso, comprou outros imóveis, que aluga como pontos comerciais para lojas e uma escola particular Divulgação/TV Globo Mais

Diego Gasques (Alemão), vencedor do BBB7, em 2007: após o programa, investiu em uma agência de marketing digital, mas fechou o negócio e abriu uma construtora; segundo o ex-BBB, o primeiro empreendimento da empresa será construído na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), está em fase de aprovação na prefeitura Thyago Andrade/Foto Rio News Mais

Milena Fagundes, participou do BBB9, em 2009: no ano passado, ela se tornou franqueada da rede Esmalteria Nacional nos Jardins, na zona sul de São Paulo (SP); a franquia segue o conceito de "nail bar", onde as clientes podem pedir bebidas enquanto fazem as unhas Raphael Mesquita / Divulgação Mais

Marcelo Dourado, vencedor do BBB10, em 2010: o prêmio de R$ 1,5 milhão foi usado pelo ex-BBB para abrir a própria academia de lutas: a Hipercubo, no Rio de Janeiro (RJ); Dourado atua também como árbitro de MMA em campeonatos amadores Ricardo Leal/UOL Mais

Dicésar, participou do BBB10, em 2010: o maquiador abriu, em 2013, uma loja de maquiagem no Largo do Arouche, em São Paulo (SP), onde também dá cursos para formação de profissionais do ramo AgNews Mais

Veja ex- BBBs que deram certo ou não no mundo dos negócios

Últimos álbuns de Economia

UOL Cursos Online

Todos os cursos