Bolsas

Câmbio

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://economia.uol.com.br/empreendedorismo/album/2016/11/21/veja-roupas-de-presidiarios-e-de-visitantes.htm
  • totalImagens: 5
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20161121192214
    • São Paulo [5110];
    • Economia [22373]; Empreendedorismo [12640]; empreendedor [13313]; Negócios [13097]; Presídios pelo Brasil [64523];
Fotos

A Liberta! é uma marca de roupas para presidiários e visitantes, criada pela empresária Gladys Dantas; ela frequentou presídios do Estado para visitar o marido e disse que ouvia reclamações de presos e familiares para comprar roupas que seguissem as regras impostas pelo governo; na foto, camiseta regata (visitante) e calça de sarja (presidiária); clique nas imagens acima e veja mais Divulgação Mais

A blusa de moletom é vendida pela Liberta! para ser usada tanto pelo preso como por visitantes; ela não tem bolso, botões, zíper ou touca; preço: R$ 50 Divulgação Mais

A camiseta branca é uma das peças dos uniformes dos presos do Estado de São Paulo, que é composto, também, por uma calça de sarja ou moletom; a peça custa R$ 30 na Liberta!, especializada em produzir roupas para detentos e visitantes Divulgação Mais

Blusa de moletom masculina custa R$ 50 na marca Liberta!, especialista na comercialização de peças para presos e visitantes Divulgação Mais

A blusa sem capuz ou cordões e a calça de moletom sem bolso, botões e zíper são comercializados pela empresária Gladys Dantas para serem usados por visitantes que frequentam os presídios de São Paulo; cada peça custa R$ 50 Divulgação Mais

Veja roupas de presidiários e de visitantes

Últimos álbuns de Economia

UOL Cursos Online

Todos os cursos