Cheiros de perfume, peixe e chulé no ambiente de trabalho? Veja como lidar

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

Nem sempre o cheiro de comida ou perfume é agradável para todo mundo, principalmente quando se está em um ambiente de trabalho. O colega acaba nem percebendo que a marmita que ele come na mesa, por exemplo, pode ser desagradável para quem está ao seu lado.

Para ajudar a lidar com essa situação, o UOL conversou com o diretor-executivo da consultoria empresarial Innovia, Ricardo Augusto Moreira Barbosa, e a consultora de etiqueta profissional Romaly de Carvalho.

Veja quais cheiros mais atrapalham, segundo os especialistas:

Perfume
Getty Images

Quem está com o perfume pode até achar o cheiro bom, mas isso não quer dizer que todos no ambiente de trabalho vão pensar o mesmo.

"O perfume é o convidado que ninguém vê, mas que não se esquece, tanto para o bem quanto para o mal. Não é elegante alguém passar e você sentir o cheiro do perfume", diz Carvalho.

A dica, segundo a especialista, é ter cuidado para não exagerar na quantidade e também levar em consideração a temperatura daquele dia. "Se está quente e úmido, o perfume fica mais forte. Quando está mais frio, ele fica mais discreto. Tem que observar a temperatura."

Comidas
Thinkstock

Cheiros de peixes, legumes cozidos, como brócolis e repolho, cebola crua, laranja, goiaba e pipoca podem incomodar não só quem trabalha ao lado como clientes que vão visitar a empresa.

"Às vezes, o funcionário decide comer na própria mesa algum alimento de cheiro forte, como sardinha, por exemplo. Mas pode acontecer de você ter que receber um cliente no escritório. Fica uma situação bem desagradável", diz Barbosa.

O especialista afirma que as empresas ou gestores precisam estabelecer regras de convívio e dizer o que pode e o que não pode acontecer no ambiente comum.

Creme, protetor solar e repelente
Getty Images

Há quem goste de usar creme corporal no ambiente de trabalho ou precisa passar protetor solar e repelente. O cheiro desses itens, porém, pode não agradar os colegas de trabalho.

A recomendação é passar os produtos antes de sair de casa ou ir até o banheiro para utilizá-los.

Suor e chulé
iStock

Suor excessivo ou até mesmo chulé do funcionário que gosta de tirar o sapato no escritório podem ser um pesadelo no ambiente de trabalho.

Nesses casos, os especialistas afirmam que não tem jeito: será preciso conversar com o colega.

Como falar para o colega que ele está incomodando?

Por mais delicado que o assunto seja, os especialistas orientam quem está passando por essa situação a tentar conversar com o colega de trabalho. "Eu acho que a primeira coisa é falar com o colega. Não precisa levar para a chefia antes disso, para não gerar um desgaste desnecessário", diz Barbosa.

Para Carvalho, o ideal é falar de forma delicada e rápida sobre o problema para evitar constrangimentos ainda maiores. "Seja carinhoso, fale rápido e, depois, o assunto morre."

Só se a conversa não resolver, a orientação dos especialistas é buscar o chefe para falar do assunto.

Como saber se você incomoda um colega?

Não basta olhar para o lado para ver se alguém fazendo algo que deixa um cheiro desagradável no ambiente de trabalho. É preciso analisar se você mesmo não está incomodando alguém.

Os especialistas afirmam que é difícil a própria pessoa perceber que o cheiro da comida, perfume ou creme, por exemplo, incomoda os outros colegas."Ele nunca vai achar que está incomodando porque, muitas vezes, é um hábito. Para ele é uma coisa natural", diz Barbosa.

Carvalho diz que quem não consegue fazer essa avaliação pode perguntar para um colega mais próximo se há alguma atitude que pode incomodar os outros. "Dá para perguntar para um amigo que pode fazer uma crítica sem deboche. É uma situação constrangedora, íntima e delicada, mas um amigo pode ajudar."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos