PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

FAQ


Score: o que é, como aumentar, onde consultar, para que serve e mais

Entenda como consultar seu score, o que é e como aumentar - ARTE/UOL
Entenda como consultar seu score, o que é e como aumentar Imagem: ARTE/UOL

Camila Corsini

Colaboração para o UOL

16/12/2020 04h00Atualizada em 01/07/2021 14h08

O score é uma pontuação que indica, com base em dezenas de critérios, se um consumidor é bom ou mau pagador e se ele deve ou não ter acesso ao crédito. Ou seja: qual é a probabilidade de ele dar calote em alguma empresa ou de se endividar ao longo do próximo ano - por isso, é sempre bom saber como aumentar seu score.

Todo mundo, em algum momento da vida, precisa de crédito. Seja para fazer um cartão em uma loja ou para financiar um imóvel ou veículo, a pontuação é essencial para movimentar a economia, possibilitando compras e vendas de diversos valores. Porém, muita gente não entende como funciona essa classificação e não sabe o que pode ajudar a aumentar a nota.

Abaixo, reunimos as principais dúvidas e respostas sobre score.

Score: como aumentar, o que é e mais

O que é score?

O score é uma pontuação que vai de 0 a 1.000 e é utilizada pelos birôs de crédito para dar um indicativo às empresas sobre o nível de confiança para emprestar dinheiro e outras formas de crédito para as pessoas. Em geral, ele mede a probabilidade de determinado indivíduo pagar contas e não se endividar ao longo dos próximos meses.

Existe apenas um tipo de score?

Não. Cada birô de crédito, banco ou outros tipos de empresa pode ter o seu próprio score. Embora eles tenham semelhanças entre si, não são iguais. Cada uma dessas empresas leva em conta critérios e fatores específicos nos cálculos, que não costumam ser divulgados em detalhes para os consumidores.

Como consultar meu score?

O score pode ser consultado de forma gratuita pelos sites e aplicativos dos birôs de crédito como Serasa, SPC, Boa Vista e Quod. Além da pontuação, são fornecidas informações mais detalhadas sobre as variações da nota e também dicas do que fazer para aumentar o número ou comportamentos que devem ser evitados.

O que é um bom score?

A pontuação do score vai de 0 a 1.000 e, quanto mais próximo do máximo, maior é o nível de confiabilidade do consumidor. Ela é dividida em três faixas: de 0 a 300, é considerada baixa; de 301 a 700, é considerada média; de 701 a 1.000, é considerada alta.

Como o score é calculado?

Apesar de os cálculos específicos de cada birô de crédito não serem abertos, existem alguns fatores que são conhecidos. O score é um reflexo do relacionamento do cliente com o mercado. As empresas especializadas coletam dados e calculam o score com base em um modelo matemático-estatístico.

A avaliação é fruto de traços que o consumidor deixa ao comprar produtos, adquirir crédito e pagar contas, por exemplo. Além disso, o sistema é autossustentável: ele fornece o crédito e, se o consumidor for um bom pagador, ele gera mais confiança para negociações futuras. Dados cadastrais também são levados em conta na composição da nota.

Como aumentar meu score?

Para manter um score sempre alto, é importante não deixar de pagar suas dívidas. Outra coisa que ajuda a aumentar a pontuação é ter contas básicas, como de água e luz, no próprio nome e manter os pagamentos em dia.

Algumas empresas e especialistas recomendam fazer pagamentos no cartão de crédito (e pagar as faturas em dia, claro), entre outras rotinas financeiras.

Além disso, a abertura do Cadastro Positivo pode fornecer dados detalhados da vida financeira dos consumidores para as empresas e garantir uma fotografia ainda melhor para o fornecimento do crédito compatível com a confiabilidade dele.

Uma atitude que pode não ajudar nesse processo é a consulta constante do CPF nos birôs de crédito, pelas empresas, em busca de empréstimos em bancos e financeiras. Com isso, o mercado percebe que o cliente está buscando dinheiro - e isso pode ser um indicativo de que existe uma dificuldade para lidar com o crédito ou que já existe um endividamento.

Apesar de o modelo não saber as exatas circunstâncias, ele entende uma busca de recurso em vários locais. Para quem tem o nome sujo, a renegociação das dívidas garante um aumento da pontuação.

Por que os jovens costumam ter um score baixo?

O jovem, principalmente quando ainda não ingressou no mercado de trabalho e mora com os pais ou responsáveis, pode ter um score baixo porque os birôs entendem que ele não tem responsabilidades e fonte de renda. Para driblar isso e comprovar ao mercado que é um bom pagador, é importante abrir conta em banco, ter um cartão de crédito mesmo que com limite baixo e contas básicas pagas em dia em seu nome.

Para que serve o score?

O score possibilita maior acesso ao crédito, que movimenta a economia do país. Para além de cartões e empréstimos, o crédito é importante para o financiamento de imóveis e automóveis - bens que não costumam ser comprados à vista. Por mais que o consumidor não veja necessidade em ter acesso ao crédito no momento e descuide do score, é importante tentar manter uma boa pontuação para que, quando precisar, esteja apto a isso.

Só consigo ter acesso ao crédito se tiver um bom score?

Não. O score é uma pontuação importante na concessão ao crédito, mas não é único ponto levado em conta pelas empresas. Da mesma forma que um score baixo não significa, necessariamente, que o crédito não será concedido, um score alto não garante a liberação. Por exemplo: uma pessoa com score excelente, por volta de 980, que tenha um salário de R$ 2.000 por mês dificilmente vai ter crédito autorizado para uma parcela de R$ 1.500 por mês, porque as empresas entendem que aquele valor vai comprometer muito a renda do cliente.

Por mais que o score seja bom, o risco de a pessoa não conseguir arcar com a dívida é igualmente alto. Por isso, a concessão ou não do crédito depende também das políticas das empresas.

Quais empresas usam o score?

Quase todas as empresas de médio e grande porte costumam consultar o score de consumidores e clientes. Alguns dos ramos mais comuns que consultam a pontuação são bancos, lojas de varejo, financiamentos e consórcios.

Por que é importante ter um bom score?

Além do acesso ao crédito, um bom score pode possibilitar melhores condições de juros e financiamentos. Quando o mercado entende que um consumidor tem maior capacidade de pagamento e renda mais alta, ele confia para emprestar dinheiro já que, matematicamente, as chances de calote são menores. A pontuação é como se fosse um "selo" que mostra se a pessoa é confiável ou não em termos financeiros.

É possível aumentar o score em poucos dias?

Não. É muito importante estar ciente de que o processo de cálculo do score é baseado na relação do consumidor com o mercado - e isso é construído com o passar do tempo.

Não existem fórmulas mágicas de aumentar a pontuação. É preciso tomar cuidado com empresas e pessoas que prometem uma elevação súbita do score, já que o máximo que pode ser oferecido são dicas - que já são abertas, de forma gratuita, a todos. Também não é possível pagar para ter o score aumentado.

Fonte: Matheus Moura, gerente da Serasa; e Henrique Castro, professor da FGV-EESP (Faculdade de Finanças da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas).