IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Seis exercícios para você começar a ter mais dinheiro sobrando no bolso

Getty Images
Imagem: Getty Images

Priscila Gorzoni

Colaboração para UOL, em São Paulo

27/02/2018 04h00

Assim, como você exercita seu corpo, também precisa treinar seu bolso. Existem técnicas para melhorar o seu comportamento financeiro e com isso conquistar uma vida financeira mais confortável. Ganhar e multiplicar o dinheiro muitas vezes é uma questão mais mental, estratégica do que trabalhar horas e mais horas.

“Todos os estudos de economia comportamental mostram que as nossas decisões são tomadas mais pela emoção, que é rápida, do que pela razão vagarosa”, afirma Myrian Lund, professora dos MBA da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo.

Criar regras que afetem sua maneira de consumir é exercitar a forma de enriquecer, evitando cair em armadilhas ou tomar decisões precipitadas de consumo.

Aqui vão alguns exercícios para o enriquecimento, segundo Myrian Lund:

1. Um pouco para você. Ao receber o salário, destine de 10% a 30% para você, os seus sonhos, seu presente e futuro. Para isso, deixe agendadas aplicações automáticas em Tesouro Direto ou outro produto de investimento, de forma a não contar com esse dinheiro para as despesas mensais. O ideal é 10% para reserva de emergência e provisão de despesas previstas (como IPTU, IPVA, seguro do carro e férias), 10% para aposentadoria e 10% para os sonhos.

2. Economize a renda extra. Faça o mesmo com qualquer entrada extra. O seu investimento vai crescer e trabalhar para você, sem que você sinta. Tem que ser no dia que o crédito cair na sua conta.

3. Evite o uso do cartão de crédito. Se você está gastando muito no cartão de crédito, guarde-o em casa e use dinheiro.

4. Pense antes de comprar. Se você viu algum produto interessante que não estava no seu planejamento, não compre no dia. Vá para casa dormir e resolva no dia seguinte.

5. Faça o consumo consciente. Acostume a dizer não antes de consumir qualquer coisa que não esteja no seu orçamento. A sua mente precisa de um tempo para racionalizar e contribuir nas tomadas de decisões.

6. Evite parcelamentos no cartão de créditos. Procure pagar à vista com o dinheiro do mês. Não resgate seus investimentos financeiros.

Economia