Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

5 ações que podem pagar mais dividendos em 2024 e quanto renderiam R$ 1.000

Já pensou em receber na sua conta bancária uma parte do lucro das grandes empresas? Para isso, é preciso comprar ações de empresas que distribuem dividendos aos seus acionistas.

Na coluna de hoje eu apresento as cinco ações de empresas lucrativas que, se continuarem pagando proventos no mesmo ritmo dos últimos 12 meses, gerarão os maiores retornos ao longo de 2024, para quem investir ainda em 2023. Também explico quais são os riscos ao fazer esse tipo de investimento.

1. Mahle Metal Leve (LEVE3): 30,2%

A Mahle Metal Leve é uma fabricante de autopeças cujas ações estão com um retorno em dividendos de nada menos que 30,2%. Isso significa que, se a companhia continuar distribuindo proventos no mesmo ritmo dos últimos 12 meses, o investidor ganhará, em 2024, R$ 30 para cada R$ 100 investidos nas suas ações.

Ou seja, um investimento de R$ 1.000 hoje nos papéis LEVE3 renderia R$ 300 ao longo do ano que vem; R$ 10 mil renderiam R$ 3.000, e assim por diante.

Mas não custa reforçar mais uma vez: o retorno em dividendos (desta ou de qualquer empresa) nunca é garantido. Esse rendimento você só terá se a companhia não reduzir o ritmo de distribuição de proventos.

Note que 2023 foi um ano fora da curva para a empresa em termos de pagamento de dividendos. A companhia distribuiu R$ 9,71 por ação, mais que o dobro dos R$ 4,49 do ano passado. Outro ponto a ser observado é que as ações da empresa tiveram uma alta de mais de 20% nos últimos 12 meses. Isso não quer dizer que o preço desses papéis vá cair ou subir, mas apenas que em 2023 predominou o otimismo dos investidores em relação às ações LEVE3.

2. Auren (AURE3): 22,59%

A empresa de energia Auren apresenta atualmente um retorno em dividendos de 22,59%. Um investimento de R$ 1.000 nesses papéis geraria um ganho em proventos de R$ 226 ao longo de 2024, caso a companhia mantenha o nível atual de remuneração dos acionistas.

Vale notar que a Auren teve um prejuízo de R$ 838 milhões no terceiro trimestre de 2023, devido ao reconhecimento de tributos que a empresa foi obrigada a pagar a respeito de uma antiga usina. Esse pode ser um ponto de atenção, pois tende a afetar investimentos que estavam previstos anteriormente.

Continua após a publicidade

Por outro lado, se não contássemos os impostos, juros, depreciações e amortizações, o lucro da companhia teria sido de R$ 453 milhões no trimestre, uma alta de 46% em relação ao mesmo período do ano passado.

3. Petrobras (PETR4): 20,05%

Os papéis da Petrobras (PETR4) estão atualmente com um retorno em dividendos de 20,05%. Em outras palavras, para cada R$ 1.000 investidos na empresa ainda este ano, a tendência é receber em retorno na conta corrente R$ 200 ao longo de 2024, se a estatal continuar distribuindo dividendos no mesmo ritmo dos últimos 12 meses.

Isso acontece apesar de a companhia ter reduzido para menos da meta a distribuição de dividendos do ano passado para este. Em 2022, a empresa pagou R$ 16,77 por ação, enquanto em 2023 distribuiu apenas R$ 7,25.

Vale ressaltar, ainda, que o último ano que a empresa fechou com prejuízo foi 2017, o que mostra uma certa consistência nos resultados desde então. Também é preciso saber que os resultados da companhia têm muito a ver com a variação do preço do petróleo no mundo, puxado, entre outros fatores, por conflitos internacionais envolvendo regiões ricas em petróleo, como a Rússia e o Oriente Médio.

4. Grendene (GRND3): 19,96%

O retorno em dividendos da fabricante de calçados Grendene está atualmente muito parecido com o da Petrobras, em 19,96%. Trata-se de um ganho de R$ 197 ao longo de 2024 para quem investir R$ 1.000 em papéis da companhia em dezembro de 2023.

Continua após a publicidade

Este é mais um caso em que os proventos desse ano foram um ponto fora da curva. A companhia distribuiu R$ 1,39 por ação em 2023, contra apenas 30 centavos no ano passado. Antes de investir, vale verificar se os bons resultados para o investidor não estão muito atrelados a algum fator não recorrente.

5. Metalúrgica Gerdau (GOAU4): 14,93%

A Metalúrgica Gerdau está hoje com um retorno em dividendos de 14,93%. Ao investir R$ 1.000 nesses papéis em dezembro, a tendência é receber R$ 149 ao longo de 2024.

Uma diferença da Metalúrgica Gerdau em relação a outras empresas da lista é que esta teve uma queda no preço das suas ações em 2023, de aproximadamente 19%. Conta a favor da companhia, no entanto, o fato de ela manter uma sequência de 23 trimestre seguidos de lucro.

Riscos

Antes de investir em ações, saiba que esse é um dos tipos de ativos com maior risco existente no país. Não há garantir nenhuma de que os retornos serão esses. Como eu disse, esta é apenas uma tendência que só se confirmará se as empresas citadas não reduzirem o ritmo de distribuição de dividendos.

Continua após a publicidade

Também reforço que nenhuma citação de investimento nesta coluna deve ser encarada como uma recomendação de investimento. Trata-se apenas da identificação de tendências dentro de um cenário específico, o da manutenção da distribuição de proventos.

Alguma dúvida?

Tendo alguma dúvida sobre investimentos, me siga no Instagram e envie uma mensagem por lá. Sua pergunta poderá ser respondida nesta coluna.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes