FMI: Irã vive momento-chave para se reintegrar à economia global

Washington, 17 Mai 2016 (AFP) - O número dois do Fundo Monetário Internacional (FMI) disse nesta terça-feira que o Irã está diante de uma oportunidade crucial para reconstruir sua economia e se reintegrar ao sistema econômico global.

Em um discurso feito nesta terça-feira no Banco Central do Irã, o diretor David Lipton disse que o país precisa executar medidas fundamentais, como as de combate à lavagem de dinheiro e de combate ao financiamento do terrorismo.

Lipton lembrou que o país implementou reformas nos últimos anos, que fizeram a inflação recuar e estimularam o crescimento econômico.

"Eu falo todo dia do momento-chave para a economia do Irã", disse Lipton, de acordo com o texto de seu discurso.

"Com a suspensão das sanções (contra o programa nuclear), o país teve uma oportunidade de aprofundar sua integração à economia global".

Lipton ressaltou que o Irã enfrenta desafios, que incluem a desaceleração da economia global, a aversão dos investidores a riscos em países emergentes, queda dos preços do petróleo, entre outros.

"As autoridades iranianas fizeram progressos recentes no combate a lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo", disse.

"Esse é um elemento crítico para se reintegrar ao sistema financeiro internacional. O FMI continuará apoiando as autoridades iranianas em seus esforços nesta área", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos