Argentina: greve leva governo a reduzir oferta de gás à indústria

Buenos Aires, 1 Jun 2016 (AFP) - O governo argentino reduziu o abastecimento de gás para indústrias e postos de gasolina, alegando a necessidade de compensar o déficit gerado por conflitos sindicais na Patagônia - informou o Ministério da Energia em nota divulgada nesta terça-feira.

A pasta ordenou as indústrias "o corte de seus consumos, com o objetivo de chegar a zero no menor tempo possível para preservar o abastecimento a lares, hospitais e escolas".

Também sofrerão cortes os postos de abastecimento de Gás Natural Comprimido (GNC), combustível mais barato e muito usado por táxis.

Um prolongado conflito sindical afeta as indústrias petroleira e gasífera nas províncias patagônicas.

Na segunda à noite, a província de Tierra del Fuego foi abalada com confrontos que deixaram dez pessoas levemente feridas, quando sindicalistas foram retirados de um acampamento de protesto montado em frente à sede do governo. A denúncia foi feita por fontes sindicais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos