Bolsas

Câmbio

UE lança nova ofensiva contra Google por abuso de posição dominante

Bruxelas, 14 Jul 2016 (AFP) - A Comissão Europeia lançou nesta quinta-feira uma nova ofensiva contra o gigante americano Google, acusado por ela de abuso de posição dominante.

O executivo europeu enviou ao Google duas "comunicações de objeções" por práticas contrárias à concorrência, uma sobre suas práticas publicitárias e outra sobre seu serviço para comparar preços.

A comissária encarregada da Concorrência, Margrethe Vestager, disse que Bruxelas "levantou preocupações de que o Google abusou de sua posição dominante ao limitar artificialmente a possibilidade de que outros sites apresentem publicidade de concorrentes do Google".

Bruxelas também estimou que o Google "abusou de sua posição dominante ao favorecer sistematicamente seu serviço de comparação de preços em suas páginas de resultados".

Com esta nova ofensiva, o Google agora é alvo de três investigações paralelas da UE por abuso de posição dominante.

Em abril, a UE acusou a multinacional de "abusar de sua posição dominante" no mercado dos dispositivos móveis com seu sistema operacional Android, que controla mais de 80% do mercado mundial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos