Zona do euro aprova liberação de 2,8 bilhões de euros para a Grécia

Luxemburgo, 25 Out 2016 (AFP) - A Eurozona anunciou nesta terça-feira (25) a ordem para o desbloqueio de 2,8 bilhões de euros (R$ 9,53 bilhões) para a Grécia como parte do terceiro plano de resgate, depois que Atenas cumpriu com as reformas solicitadas.

"A decisão de desembolsar 2,8 bilhões de euros é um sinal de que os gregos estão fazendo progressos contínuos para reformar seu país", afirmam em um comunicado os diretores do Mecanismo Europeu de Estabilidade Europeia (Mede), o órgão que controla os empréstimos da Eurozona ao país mediterrâneo.

Após o cumprimento das 15 reformas solicitadas nos setores de energia e da previdência, os ministros das Finanças da Eurozona aprovaram em 10 de outubro o desembolso, mas 1,7 bilhão de euros dependiam da apresentação pela Grécia dos dados sobre o cumprimento dos pagamentos atrasados.

Os diretores do Mede, depois de verificar o cumprimento das condições, autorizaram o pagamento, que completa uma primeira parcela de ajuda do terceiro plano de ajuda à Grécia.

O valor total do terceiro programa, concedido em troca de reformas, alcança 86 bilhões de euros, dos quais 31,7 bilhões já foram aprovados, afirma um comunicado do Mede.

Atenas e os sócios europeus devem começar agora a abordar o delicado tema da dívida, especialmente depois que o FMI (Fundo Monetário Internacional) pediu mais uma vez à UE um "alívio".

A instituição monetária internacional, importante nos três resgates da Grécia, se mostra reticente em liberar mais recursos sem um plano concreto dos europeus para reduzir a grande dívida da Grécia, que chega a quase 180% do PIB.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos