Bolsas

Câmbio

Santiago se tinge de branco após nevasca que provocou corte de energia

Santiago, 15 Jul 2017 (AFP) - A capital chilena iniciou o sábado com bairros cobertos de neve, um fenômeno incomum, que provocou um corte no fornecimento de energia que afetou 250 mil lares, em meio a uma onda de frio intenso.

Os bairros altos da cidade se dobraram à paisagem da imponente Cordilheira dos Andes com árvores e caminhos cobertos de neve.

Mais abaixo, em Providencia, bairro próximo ao centro de Santiago, também foi sentida a água-neve prevista pela meteorologia.

A Oficina Nacional de Emergencia (Onemi) informou que "251.659 clientes estavam sendo afetados pelo corte de energia" em Santiago.

A companhia de eletricidade Enel informou que a nevasca extraordinária - a primeira com esta intensidade em mais de uma década na cidade - deixou 202 mil clientes sem energia, de um total de 1,8 milhão de usuários das 33 comunas que atende na Região Metropolitana.

A queda de árvores e galhos sobre a rede elétrica foi a principal causa da emergência, que deixa milhares de pessoas sem possibilidade de calefação, em meio a uma onda de frio com temperaturas abaixo de 0ºC.

A Direção Meteorológica do Chile informou que poderá voltar a cair neve e água-neve, mas sem a intensidade da última madrugada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos