Bolsas

Câmbio

Petrobras registra lucro de R$ 316 milhões no segundo trimestre

Rio de Janeiro, 10 Ago 2017 (AFP) - A Petrobras registrou lucro de 316 milhões de reais no segundo trimestre deste ano, um recuo de 93% em relação ao trimestre anterior e de 14,6% em relação ao mesmo período de 2016, informou nesta quinta-feira a empresa.

Esse foi o terceiro trimestre seguido com resultado positivo da Petrobras, que fechou 2015 e 2016 com fortes déficits, afetada pela queda dos preços do petróleo, a recessão econômica e o escândalo revelado pela operação Lava Jato.

O Ebitda (sigla em inglês para o resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado do período entre abril e junho foi de 19,094 bilhões de reais, frente a 20,3 bilhões no mesmo período do ano anterior.

No primeiro semestre, os lucros líquidos somam 4,8 bilhões de reais, "reflexo das menores margens de derivados, a diminuição do volume vendido e redução das despesas operacionais", destacou a empresa em um comunicado.

O segundo trimestre foi impactado negativamente por uma retração de 7% nas vendas de derivados, gastos relacionados à adesão ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) e o provisionamento para perdas com processos judiciais ligados à repactuação do Plano Petros.

Entre os fatores positivos, a Petrobras mencionou uma alta de 9,5 milhões de reais nas exportações, os dividendos gerados pelo seu plano de venda de ativos e a redução de custos de exploração.

"Tivemos um resultado bastante expressivo no primeiro semestre. Nosso lucro operacional aumentou 5% e por motivos extraordinários tivemos lucro líquido menor no trimestre, mas pela segunda vez tivemos lucro líquido no semestre, o que não acontecia há muito tempo", afirmou o presidente de Petrobras, Pedro Parente, numa coletiva de imprensa na sede da empresa no Rio de Janeiro.

A dívida líquida da Petrobras era de 295,300 bilhões de reais no fim de junho, redução de 1,8% em relação a março, quando era de R$ 300,9 bilhões. Em junho do ano passado, a dívida chegou a 332,4 bilhões de reais.

A Petrobras começa a se recuperar após dois anos de perdas, que em 2016 chegaram a 14,8 bilhões de reais e em 2015, a 34,836 bilhões de reais.

- Melhor governança e alta produção - A Petrobras é o centro da operação Lava Jato, que desde 2014 investiga esquemas de corrupção envolvendo empreiteiras, políticos e a estatal.

Seus esforços para limpar sua imagem foram reconhecidos nesta quarta-feira, quando recebeu certificação da Bovespa como destaque de governança de estatais.

"Nós estamos realmente trabalhando para evitar que problemas do passado se repitam, lembrando que há coisas que empresas não podem fazer, só autoridades judiciárias", destacou Parente em uma coletiva de imprensa nesta quarta.

Nos seis primeiros meses do ano, a produção total de petróleo e gás da Petrobras foi de 2,791 milhões de barris diários, 6% a mais que no mesmo período de 2016.

A empresa destacou o início das operações, em maio, do navio-plataforma P-66 na área de Lula Sul, no pré-sal da Bacia de Santos, e comemorou o recorde na produção de petróleo e gás nas plataformas de pré-sal, que em junho alcançou 1,686 milhão de barris diários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos