Bolsas

Câmbio

Explosão em terminal de gás deixa um morto e 18 feridos na Áustria

Baumgarten an der March, Áustria, 12 dez 2017 (AFP) - Uma explosão em um importante terminal de distribuição de gás na Áustria, na manhã desta terça-feira (12), deixou um morto e 18 feridos, provocando temores de uma interrupção do fornecimento para Itália e Croácia.

A explosão, de origem acidental segundo a polícia, ocorreu às 8h45 (5h45 de Brasília) no terminal de gás de Baumgarten, localizado perto da fronteira eslovaca, e foi seguida por um incêndio "rapidamente controlado", mas cujas chamas foram avistadas a vários quilômetros de distância, de acordo com testemunhas.

"Ouvi uma enorme explosão e inicialmente pensei que poderia se tratar de um acidente de avião. Então, eu vi uma imensa coluna de chamas", disse à AFP o fotógrafo Thomas Hulik, morador de um vilarejo eslovaco vizinho.

De acordo com a porta-voz da Cruz Vermelha da Baixa Áustria, Sonja Kellner, o balanço de vítimas é de um morto e 18 feridos que precisaram de atendimento médico. Um dos feridos se encontra em estado grave, indicou a Polícia.

As vítimas estavam no terminal de gás no momento da explosão e foram resgatadas com o auxílio de um importante dispositivo de resgate que mobilizou cerca de 200 pessoas.

O terminal de Baumgarten é o principal centro de distribuição do gás que chega ao país procedente de Rússia e Noruega.

Com capacidade anual de 40 bilhões de metros cúbicos, essa infraestrutura inaugurada em 1959 é um dos principais "hubs" de gás na Europa Central e abastece, sobretudo, a Croácia, o norte da Itália e o sul da Alemanha.

A explosão causou "danos significativos" ao terminal, informou à AFP um porta-voz da operadora local, Gas Connect Austria, uma subsidiária do grupo austríaco OMV, que detém 51% de suas ações.

O centro de distribuição, que emprega 50 pessoas e prestadores de serviços externos, foi evacuado e colocado em "modo de segurança".

"Perturbações no fornecimento de gás para a Itália e a Croácia são possíveis", indicou o porta-voz, Armin Teichert, assegurando que o tráfego para o oeste da Europa não sofreu interrupções.

Por volta das 11h (8h de Brasília), uma espessa coluna de fumaça ainda era visível no terminal, de acordo com um jornalista da AFP, bem como carcaças de carros que literalmente derreteram.

Neste período do ano, o terminal de Baumgarten processa 6 milhões de metros cúbicos de gás por hora, de acordo com Gas Connect.

Em uma declaração, a gigante russa Gazprom, uma das principais fornecedoras do terminal, disse "trabalhar em uma redistribuição de fluxos de gás" após este acidente e assegurou "fazer todo o possível para garantir um fornecimento ininterrupto de gás para seus clientes".

Neste sentido, o governo italiano declarou "estado de emergência energética" por causa da explosão, e prometeu compensar a redução das importações recorrendo a reservas nacionais.

"Roma vigia de forma constante a situação em coordenação com as operadoras para comprovar o tempo necessário para retoma do fluxo", afirmou o ministério do Desenvolvimento Econômico.

bur-phs/smk/lch/mr/tt

CONNECT GROUP

OMV AG

GAZPROM

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos