Bolsas

Câmbio

Tigela rara da dinastia Qing leiloada por US$ 30,4 milhões

  • Anthony Wallace/AFP

Hong Kong, 3 Abr 2018 (AFP) - Uma tigela considerada extremamente rara pertencente à Dinastia Qing, produzido para o imperados chinês Kangxi, foi vendido por US$ 30,4 milhões (R$ 100,86 milhões) em um leilão nesta terça-feira (3) na Sotheby's.

O objeto, que mede pouco menos de 14,7 cm de diâmetro, é decorado com pinturas que combinam técnicas chinesas e ocidentais, incluindo flores, entre elas narcisos, que não estão entre as típicas representações na porcelana chinesa.

A tigela, utilizada pelo imperador no início do século XVIII, foi vendida em cinco minutos para um participante anônimo, que participou do leilão por telefone, informou o presidente da Sotheby's Ásia, Nicolas Chow.

"Este é o exemplar mais sofisticado que existe. Há apenas três exemplares que usam este belo rosa", completou.

O objeto foi criado em uma oficina imperial dentro da Cidade Proibida de Pequim por uma pequena equipe de artesãos, com a ajuda de jesuítas europeus que levaram novas técnicas e materiais ao país, informou a Sotheby's.

Nos últimos anos, as casas de leilões de Hong Kong registraram grandes ofertas por diamantes e vários objetos antigos, superando em muitos casos vários recordes mundiais.

No ano passado, uma taça de 1000 anos da dinastia Song da China foi vendida por US$ 37,7 milhões (R$ 125,08 milhões), um recorde para a cerâmica chinesa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos