PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

China promete represálias imediatas em caso de tarifas americanas

15/06/2018 09h25

Pequim, 15 Jun 2018 (AFP) - O governo da China afirmou que está disposto a adotar represálias "imediatas" no caso de imposição de tarifas por parte dos Estados Unidos, que pretendem anunciar uma lista de taxas contra produtos chineses, o que aumenta a possibilidade de uma guerra comercial.

"Caso os Estados Unidos adotem medidas protecionistas unilaterais que afetem os interesses chineses, então vamos reagir de maneira imediata e adotaremos as medidas necessárias para proteger nossos direitos e interesses legítimos", afirmou Geng Shuang, porta-voz da diplomacia chinesa, em uma entrevista coletiva.

O Departamento do Comércio dos Estados Unidos anunciou esta semana outra ação comercial contra importações chinesas, desta vez acusando os produtores de tanques de aço para propano de dumping e subsídios injustos.

A medida foi a mais recente de uma série de disputas iniciadas pelo governo do presidente Donald Trump contra Pequim, a principal delas a iminente tarifa de 25% a 50 bilhões de dólares em bens chineses, em meio a denúncias de que o país asiático está roubando tecnologia americana.