PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Impactada pelo petróleo, Wall Street fecha em ordem dispersa

16/07/2018 18h45

Nova York, 16 Jul 2018 (AFP) - Wall Street fechou em ordem dispersa nesta segunda-feira, com as empresas do setor energético sofrendo pela queda dos preços do petróleo, embora o mercado continue confinante nos resultados corporativos que serão publicados nesta semana semana.

O índice industrial Dow Jones subiu 0,18%, a 25,064.36 unidades, o tecnológico Nasdaq recuou 0,26%, a 7,805.72 unidades, e o S&P 500 caiu 0,10%, a 2.798,43.

"A queda dos preços do petróleo colocou forte pressão sobre os valores do setor da energia", disse Peter Cardillo, da Spartan Capital, após o preço do petróleo cair 2,95 dólares na sessão em Nova York.

As duas grandes petroleiras americanas ExxonMobil e Chevron recuaram, respectivamente, 0,98% e 0,85%.

Apesar disso, investidores esperam otimistas a publicação nesta semana de diversos resultados corporativos, inclusive de Goldman Sachs, American Express, IBM, Microsoft e General Electric.

Para vários atores do mercado, a reunião entre Donald Trump e Vladimir Putin na Finlândia não teve nenhum impacto sobre os índices.

As ações da plataforma de streaming Netflix despencaram quando a empresa anunciou que o crescimento do número de assinantes não alcançou as expectativas no segundo trimestre - foram 5,2 milhões novos assinantes, 1 milhão a menos que o esperado.

"Tivemos um segundo trimestre forte, mas não espetacular", disse a companhia em carta aos acionistas.

Os papéis da Netflix caíram 14,05%, a 344,21 dólares, nas negociações após o fechamento do mercado.

No mercado de títulos, o rendimento dos bônus do Tesouro americano a 10 anos crescia a 2,851%, contra 2,827% na sexta-feira, e o dos bônus a 30 anos avançava a 2,958%, frente 2,932% bno fechamento anterior.

alb/Dt/gv/lp/ll

EXXONMOBIL

BANK OF AMERICA

GENERAL ELECTRIC

AMERICAN EXPRESS

CHEVRON

GOLDMAN SACHS GROUP

MICROSOFT

IBM