PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Colômbia elimina uso de mercúrio em exploração de ouro

17/07/2018 19h04

Bogotá, 17 Jul 2018 (AFP) - Na Colômbia não se poderá mais utilizar mercúrio para a exploração de ouro a partir desta semana, em um esforço das autoridades para reduzir a poluição e os problemas de saúde causados por este químico, informaram fontes oficiais.

"Os mineiros (...) deverão continuar suas atividades sem o uso do mercúrio. Com esta medida se reduzem as emissões e liberações no meio ambiente que são altamente poluentes", disse o ministro do Meio Ambiente, Luis Murillo, citado em um comunicado.

O país sul-americano, quarto produtor de ouro da América Latina, promulgou em 2013 uma lei para eliminar o uso do mercúrio para esta atividade, mas deu um prazo de cinco anos aos mineiros para fazerem a transição ao uso de "alternativas limpas".

Com a entrada em vigor da lei, na segunda-feira, a Colômbia deixará de usar 95 das 100 toneladas de mercúrio importadas legalmente por ano, acrescentou o Ministério do Meio Ambiente. As cinco restantes só têm autorização para serem usadas em procedimentos de saúde.

"Isso contribuirá para diminuir o mercúrio no ar, na água, no solo, na flora e na fauna, melhorando a qualidade ambiental e diminuindo a exposição aos riscos que ele representa para a saúde dos mineiros e da população", acrescentou Murillo.

O mercúrio está na lista da Organização Mundial da Saúde (OMS) dos dez produtos químicos que causam especiais problemas de saúde pública.

A principal via de exposição humana é o consumo de peixes e mariscos contaminados.

mro-raa/lp/db/cc