PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Wall Street fecha em baixa afetada por Apple e Goldman Sachs

12/11/2018 20h08

Nova York, 12 Nov 2018 (AFP) - Wall Street fechou em baixa nesta segunda-feira, diante de temores sobre o crescimento da Apple e pelo banco Goldman Sachs devido a um escândalo na Malásia.

O índice industrial Dow Jones recuou 2,32%, a 25.387,18 unidades, o tecnológico Nasdaq caiu 2,78%, a 7.200,87, e o S&P 500 deixou 1,97%, a 2.726,22 unidades.

O volume de transações foi reduzido, o que pode ter ampliado a volatilidade, devido ao ponto facultativo do Dia dos Veterabis de guerra. O mercado de títulos não operou.

A Apple sofreu quando os investidores se preocuparam com as baixas expectativas de venda de um dos fornecedores de pelas de seu iPhone. A empresa caiu 4,63% e o fabricante de sensores Lumentum Holdings, o fornecedor envolvido, despencou 33%.

"A Apple está puxando o setor tecnológico e realmente todo o mercado", disse à AFP Peter Cardillo, da Spartan Capital.

Mas a maior queda de Wall Street foi do banco Goldman Sachs, cuja ação recuou 6,92%.

A Malásia exige completo reembolso do pagamento ao banco americano no contexto de um escândalo de desvio de dinheiro de um fundo de investimento.