PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Renault: Carlos Ghosn recebeu 50 mil euros para realizar seu casamento

07/02/2019 09h21

Paris, 7 Fev 2019 (AFP) - A montadora Renault informou nesta quinta-feira que informará ao tribunal que seu ex-presidente Carlos Ghosn recebeu como "benefício pessoal" 50.0000 euros para a realização de seu casamento no Palácio de Versalhes.

"Decidimos informar sobre este fato às autoridades judiciais", indicou a Renault em um comunicado.

Segundo o jornal Le Figaro, o caso estaria relacionado com a celebração do casamento de Ghosn no palácio em 8 de outubro de 2016.

Segundo o jornal, o grupo francês descobriu que o Palácio de Versalhes alugou o Gran Trianon, um anexo, em troca do contrato de patrocínio firmado entre as duas partes em junho de 2016.

O aluguel desse recinto está avaliado em 50.000 euros.

Uma fatura da empresa que organizou o casamento indica que o aluguel foi "oferecido por Versalhes", o que pode sugerir um presente dado diretamente a Ghosn.

Este caso é revelado depois de auditorias internas realizadas pela Renault em novembro, depois que Ghosn, que era seu CEO, foi detido no Japão por supostas fraudes financeiras.

Carlos Ghosn renunciou ao cargo de CEO da Renault no final de janeiro. Ele foi demitido pela Nissan e a Mitsubishi logo após sua prisão em novembro.

vac/meb/ra/cn

Renault