IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Holandesa KLM deixa de sobrevoar o estreito de Ormuz

21/06/2019 06h31

Haia, 21 Jun 2019 (AFP) - A companhia aérea holandesa KLM anunciou nesta sexta-feira que parou de sobrevoar, até nova ordem, o estreito de Ormuz, situado na zona em que o Irã derrubou um drone militar americano.

"O incidente com o drone é uma razão para não sobrevoar o estreito de Ormuz no momento. É uma medida de precaução", afirmou a KLM em um comunicado, no qual destaca que a segurança é "prioridade absoluta" da empresa.

Na quinta-feira à noite, o governo dos Estados Unidos proibiu que os voos comerciais do país entrem no espaço aéreo controlado por Teerã no golfo Pérsico e no golfo de Omã "até nova ordem", após a derrubada do drone americano.

O Irã derrubou na quinta-feira um drone americano que estava, segundo Teerã, em seu espaço aéreo. A informação foi desmentida pelo governo dos Estados Unidos.

Washington e Teerã travam uma batalha de comunicação sobre a localização exata do drone da Marinha americana no momento do ataque.

cvo/lch/me/al/fp

Economia