PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Principal refinaria indiana retoma importações de petróleo da Venezuela

15/10/2019 11h22

Mumbai, 15 Out 2019 (AFP) - A principal refinaria de petróleo privada da Índia, a Reliance Industries, retomou suas importações de petróleo da Venezuela e pagará com exportação de diesel, em uma transação contorna a aplicação das sanções dos Estados Unidos contra Caracas.

A empresa, com sede em Mumbai e pertencente ao rico empresário Mukesh Ambani, foi forçada a suspender suas importações em março, quando Washington pressionou as empresas não americanas com sanções se ajudassem o governo de Nicolás Maduro.

No entanto, graças a esse acordo de troca, a gigante indiana de energia e telecomunicações pode retomar os negócios com Caracas, disse à AFP o porta-voz da Reliance, Tushar Pania.

No total, as empresas indianas compraram 22% do petróleo venezuelano em 2017, atrás dos Estados Unidos (41%) e China (25%), segundo a agência de energia dos Estados Unidos.

Este acordo com a Reliance ajudará a exportar parte do petróleo bruto que a Venezuela não pode colocar no mercado.

Em setembro e de acordo com dados da PDVSA, a Venezuela produziu 749.000 barris por dia (bpd), quase um quinto a menos que em agosto.

O petróleo é responsável por 96% da renda do país, mas a produção está nos piores níveis em 30 anos.

Há uma década, alcançava 3,2 milhões de barris por dia.

burs/bl/mb/cn