IPCA
0,1 Out.2019
Topo

UE aponta várias questões importantes a serem resolvidas no Brexit

16/10/2019 08h27

Bruxelas, 16 Out 2019 (AFP) - O negociador europeu para o Brexit, Michel Barnier, disse nesta quarta-feira que "ainda há várias questões importantes a serem resolvidas" nas negociações de divórcio com o Reino Unido, informou a Comissão Europeia.

"As discussões foram construtivas, mas ainda existem várias questões importantes a serem resolvidas", assegurou o comissário europeu para as Migrações, Dimitris Avramopoulos, transmitindo as explicações de Barnier à Comissão.

A autoridade, que não especificou quais são os pontos destacados pelos negociadores, disse em entrevista coletiva que "as discussões em nível técnico, que duraram a noite toda [segunda-feira], ainda estão em andamento".

O tempo está acabando. O Brexit está previsto para 31 de outubro, mas Londres tem até sábado para chegar a um acordo com a União Europeia (UE), se não deverá solicitar uma nova extensão, conforme uma lei do Parlamento Britânico.

Nesse contexto, a cúpula marcada para quinta e sexta-feira será crucial para afastar o temido cenário de um Brexit sem acordo, contra o qual as instituições econômicas internacionais alertaram.

Os negociadores tentam ver como garantir um comércio fluido de mercadorias entre a Irlanda, país da UE, e a província britânica da Irlanda do Norte, territórios que já desfrutam de uma livre circulação de cidadãos.

O objetivo também é respeitar os acordos de paz da Sexta-feira Santa de 1998, que encerraram décadas de sangrento conflito na ilha da Irlanda, e proteger o mercado único europeu de possíveis 'dumpings' de seu ainda parceiro.

tjc/bl/mr

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia