PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Banco Central do México corta taxa de juros por pandemia de COVID-19

14/05/2020 16h49

México, 14 Mai 2020 (AFP) - O Banco Central do México reduziu sua taxa de referência na quinta-feira em 50 pontos-base, a 5,5%, devido aos danos econômicos causados pelo novo coronavírus, informou a instituição bancária em comunicado.

O Conselho de Governadores do Banco de México decidiu por unanimidade diminuir a taxa devido ao "impacto sem precedentes na atividade econômica" decorrente da pandemia.

A pandemia "levou a revisões sem precedentes das expectativas econômicas, que incorporam uma forte contração na atividade produtiva em 2020", afirmou o Banco do México.

A Junta de Governo contemplou em sua decisão que "o balanço de riscos para a inflação permanece incerto", afirmou.

A economia do México, a segunda maior da América Latina depois do Brasil, apresentou os primeiros efeitos da pandemia de coronavírus, com uma contração de 2,4% no primeiro trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado. Os preços ao consumidor no México caíram 1,01% em abril em relação a março, com quedas acentuadas de gasolina e eletricidade.

O governo mexicano autorizou 269 municípios em 15 dos 32 estados mexicanos que apresentam muito poucos ou nenhum caso positivo de COVID-19 a retomar as atividades econômicas a partir da próxima segunda-feira.

O restante do país poderá retomar as atividades partir de 1º de junho e por zonas, dependendo do comportamento da pandemia.

O México soma 40.186 casos confirmados e 4.220 mortes.

jg/mr/cc