PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

EUA tem inesperada e histórica alta de reservas de petróleo

09/12/2020 14h52

Nova York, 9 dez 2020 (AFP) - As reservas de petróleo cru nos Estados Unidos dispararam em mais de 15 milhões de barris na semana passada, um aumento histórico que surpreendeu o mercado, que esperava uma leve queda.

De acordo com o informe semanal da Agência americana de Informação sobre Energia (EIA, na sigla em inglês), divulgado nesta quarta, as reservas comerciais de cru no país eram de 503,2 milhões de barris em 4 de dezembro.

Os Estados Unidos tiveram um aumento similar de suas reservas de petróleo em abril, mas foi um aumento semanal excepcional.

As reservas de gasolina cresceram 4,2 mb, e as de produtos destilados, 5,2 mb, bem acima do esperado pelos analistas.

"A alta acumulada de 25 mb das reservas de gasolina e produtos petroleiros é um choque para as expectativas do mercado", comentou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates, surpreso.

"Esse aumento se deve, em parte, ao aumento das importações de petróleo e gasolina", explica o especialista.

As importações de petróleo dos EUA passaram de 5,4 mbd por dia (mbd) para 6,5 mbd na semana registrada, enquanto as exportações caíram de 3,5 mbd para 1,8 mbd na semana anterior.

Os números da EIA também confirmam a fraca demanda por petróleo nos Estados Unidos.

"Observamos uma queda do consumo no momento em que muitos estados adotaram medidas adicionais de confinamento" para lutar contra a pandemia, destacou Lipow.

O consumo diário caiu para 18,9 mbd na semana passada, 7,5% a menos que no mesmo período de 2019.

Como consequência desse aumento das reservas, o preço do petróleo bruto caiu em Nova York. O WTI para entrega em janeiro caía 0,4%, a US$ 45,42, às 13h15 (horário de Brasília).

As refinarias dos Estados Unidos operaram com 79,9% de sua capacidade, acima do recorde da semana anterior. Já a produção local se manteve em 11,1 mbd.

dho/lo/slb/mr/gma/tt