PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Retrocesso recorde: Número de passageiros aéreos caiu 66% em 2020

Este é o "maior abalo vivenciado pelo setor", resumiu Brian Pearce, economista-chefe da organização, em uma vídeoconferência - Getty Images
Este é o "maior abalo vivenciado pelo setor", resumiu Brian Pearce, economista-chefe da organização, em uma vídeoconferência Imagem: Getty Images

03/02/2021 12h04Atualizada em 03/02/2021 12h04

Paris, 3 Fev 2021 (AFP) - O número de passageiros aéreos caiu 66% em 2020 em relação a 2019, um retrocesso recorde devido às restrições impostas pela pandemia de coronavírus, anunciou nesta quarta-feira (3) a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

Este é o "maior abalo vivenciado pelo setor", resumiu Brian Pearce, economista-chefe da organização, em uma vídeoconferência.

Como consequência do fechamento de fronteiras e outras restrições impostas em uma tentativa de controlar a pandemia, as rotas nacionais evoluíram ligeiramente melhor que o tráfego internacional (-75%), acrescentou Pearce.

A IATA, que reúne 190 companhias aéreas do mundo, também alertou que as perspectivas de recuperação em 2021 são "sombrias" devido à aparição de novas variantes da covid-19, embora não tenha revisado formalmente para baixo suas previsões para o ano.

"Começamos 2021, que ainda esperamos que seja um ano de recuperação, de um ponto muito baixo", disse Pearce, enquanto expressou a esperança de que a vacinação provoque uma recuperação da demanda no final do ano.