PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

AB InBev registra forte queda do lucro líquido em 2020

O grupo conhecido por marcas globais como Budweiser, Stella Artois e Corona, anunciou que prevê "uma melhora significativa" das vendas e dos lucros em 2021 - Bruno Fahy/AFP
O grupo conhecido por marcas globais como Budweiser, Stella Artois e Corona, anunciou que prevê "uma melhora significativa" das vendas e dos lucros em 2021 Imagem: Bruno Fahy/AFP

Em Bruxelas

25/02/2021 06h33

A AB InBev, maior cervejaria do mundo, de capital belga e brasileiro, registrou lucro líquido de US$ 3,8 bilhões em 2020, metade do resultado de 2019, consequência da pandemia de covid-19, que provocou uma forte queda do consumo.

O grupo com sede na Bélgica, conhecido por marcas globais como Budweiser, Stella Artois e Corona, anunciou em um comunicado que prevê "uma melhora significativa" das vendas e dos lucros em 2021.

"Depois de um início de ano sólido, nossos resultados gerais para 2020 foram consideravelmente impactados pela pandemia de covid-19", afirma a nota da empresa, que foi particularmente afetada pelas medidas de confinamento e toque de recolher.

"Os consumidores se adaptaram rapidamente à nova realidade ao recorrer às oportunidades de consumo em casa, com a mudança para o canal de comércio eletrônico e encontrando novas formas de manter a conexão social, o que fortalece nossa confiança no potencial a longo prazo da cerveja", completou a AB InBev.

Em 2020, o volume de vendas caiu 5,7%, mas o faturamento, que alcançou US$ 46,9 bilhões, apenas 3,7%, devido ao aumento dos preços.

No último trimestre de 2020 o faturamento registrou inclusive uma alta de 4,5% com o aumento do volume de vendas.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) caiu 12,9%, a US$ 17,3 bilhões.

PUBLICIDADE