PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Putin diz que pagar gás russo em rublos não deve prejudicar europeus

AFP, Moscou

30/03/2022 14h48

O presidente russo, Vladimir Putin, disse ao chanceler alemão Olaf Scholz nesta quarta-feira(30) que o pagamento em rublos pelas exportações de gás russo, agora exigido por Moscou, não deve prejudicar os clientes europeus.

"Esta decisão não deve levar a uma deterioração das condições contratuais das empresas europeias que importam gás russo", disse Putin, segundo um comunicado do Kremlin resumindo uma conversa telefônica com Scholz, cujo país é um grande consumidor de hidrocarbonetos russos.

Em 23 de março, Putin anunciou que a Rússia deixaria de aceitar pagamentos em dólares ou euros pelo gás que vende à União Europeia, em resposta às sanções ocidentais contra Moscou por sua ofensiva na Ucrânia.

"Esta mudança no procedimento de pagamento ocorre porque os membros da UE congelaram as reservas cambiais do Banco da Rússia, em violação do direito internacional", disse Putin a Olaf Scholz nesta quarta-feira.

Na quinta-feira, o Banco Central e o governo russos, assim como a empresa Gazprom, apresentarão um novo sistema de pagamento em rublos.

Por sua vez, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, afirmou que a mudança para a moeda russa será feita de forma gradual.

"Já conversamos sobre isso, o pagamento e entrega [do gás] é um processo ao longo do tempo", disse ele em entrevista coletiva.

Peskov afirmou que o novo sistema não entrará totalmente em vigor a partir de quinta-feira, com novas regras para os consumidores europeus.

"Não estamos falando de entregar amanhã e receber à noite. Não, é um processo mais longo, tecnicamente falando", enfatizou Peskov, enquanto insistia que a ordem de Putin tinha que ser "implementada".