PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

TotalEnergies provisiona US$ 4,1 bilhões por desvalorização de fundos de projeto de gás na Rússia

27/04/2022 16h58

Paris, 27 Abr 2022 (AFP) - O grupo energético francês TotalEnergies anunciou nesta quarta-feira (27) uma desvalorização de ativos de 4,1 bilhões de dólares, devido sobretudo às incertezas provocadas pelas sanções contra a Rússia sobre seu projeto de gás liquefeito Arctic LNG 2.

As "novas proscrições acarretam riscos suplementares sobre a capacidade de execução do projeto Arctic LNG 2. Em consequência, a TotalEnergies decidiu provisionar em 31 de março a soma de 4,1 bilhão de dólares relativos principalmente ao Arctic LNG 2", explicou a empresa em um comunicado.

A medida constitui o "início da retirada" desse projeto, aponta o documento, publicado às vésperas da divulgação dos resultados empresariais do primeiro trimestre do ano.

O gigante francês dos hidrocarbonetos já havia renunciado em 22 de março o registro em seus ativos das reservas comprovadas de gás do Arctic LNG 2, devido às "incertezas que as sanções tecnológicas e financeiras [impostas contra Rússia] fazem pesar sobre a capacidade de realizar o projeto".

Mas, em 8 de abril, a União Europeia (UE) "adotou novas sanções que proíbem as exportações de bens e tecnologias para a liquefação de gás por uma sociedade russa", lembrou o comunicado desta quarta.

"A TotalEnergies leva em consequência as conclusões do que ocorre, e esta provisão de 4 bilhões mostra que a TotalEnergies está virando a página" de sua participação nesse projeto, acrescentou.

O grupo francês controla 10% do capital do Arctic LNG 2, que tinha a previsão de realizar sua primeira entrega de gás natural liquefeito (GNL) em 2023.

cho/boc/lum/js/mb/ic