PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Estivadores holandeses se recusam a descarregar navio com carga de diesel russo

30/04/2022 13h06

Haia, 30 Abr 2022 (AFP) - Estivadores holandeses se recusaram a descarregar um petroleiro com uma carga de diesel russo em Amsterdã, neste sábado (30), um dia após uma ação semelhante impedir a entrada do barco no maior porto da Europa.

O Sunny Liger, um petroleiro de 42.000 toneladas, estava ancorado em frente a Amsterdã, enquanto as empresas portuárias estudavam sua entrada na capital holandesa, um dia depois que os trabalhadores do porto de Roterdã também se recusaram a descarregar o material.

"Na noite passada, pedimos a todas as partes no porto de Amsterdã que não deixassem o navio atracar e não o manipulassem", disse a presidente da seção sindical dos estivadores da FNV, Asmae Hajjari.

"O barco não entrará no porto de Amsterdã", acrescentou em um tweet.

O navio-tanque com bandeira das Ilhas Marshall deixou Primorsk, perto de São Petersburgo, há uma semana e tinha como destino Amsterdã, segundo o site de navegação MarineTraffic.com.

"No momento, o navio está ancorado no Mar do Norte. Até agora não solicitou permissão para entrar no porto", disse a porta-voz do Porto de Amsterdã, Marcella Wesseling.

"A princípio, não podemos negar a entrada porque não se enquadra no regime de sanções [contra a Rússia]", disse Wesseling à AFP.

No entanto, uma empresa encarregada de rebocar o barco até o porto disse que se recusaria a fazê-lo se solicitado, alegando que poderia causar uma situação de insegurança se os manifestantes quisessem bloquear sua entrada, informou o canal de notícias holandês RTL Nieuws.

jhe/gw/sag/eg/ap

RTL GROUP