Inflação na Argentina bate 25,5% em dezembro e soma 211,4% em 2023 (oficial)

A inflação na Argentina alcançou 211,4% em 2023, após registrar um aumento de preços de 25,5% em dezembro, informou, nesta quinta-feira (11), o Instituto Nacional de Estatística e Censos (INDEC), em seu primeiro relatório desde que o ultraliberal Javier Milei assumiu a Presidência.

"A principal correia de transmissão do processo inflacionário é a taxa de câmbio", explicou o economista Hernán Letcher à AFP, em alusão à desvalorização de mais de 50% do peso, decidida em 13 de dezembro pelo governo de Milei, dois dias depois de sua posse. Esta desvalorização previa uma alta da inflação em dezembro.

lm/mr/mvv/rpr