Conteúdo publicado há 9 meses

Riqueza mundial caiu em 2022 pela 1ª vez em 14 anos

NOVA YORK, 18 AGO (ANSA) - A riqueza global caiu em 2022 pela primeira vez desde a crise financeira de 2008, segundo o relatório anual do Credit Suisse.

O declínio de 2,4% representa o apagamento de US$ 11,3 trilhões (R$ 56,23 tri) em patrimônio.

O banco de investimentos credita o resultado à inflação e à valorização do dólar.

A queda maior foi registrada para as famílias da América do Norte e da Europa.

Já a Rússia registrou um aumento, com 56 novos milionários (em dólares), apesar das sanções impostas desde a invasão à Ucrânia.

A nível global, o número de milionários caiu em 3,5 milhões, para um total de 59 milhões de pessoas.

O impacto econômico foi sentido pelo 1% mais rico da população, que também viu uma queda expressiva de patrimônio no ano passado.

Deixe seu comentário

Só para assinantes