Bolsas

Câmbio

Como a busca do Catar por influência global transformou seus vizinhos em inimigos

"A Arábia Saudita planejava fazer exatamente o mesmo na Síria e financiava outros grupos. O Catar é apenas um de uma série de personagens, especialmente do Golfo, que está envolvido na Síria e financiando toda sorte de jihadistas."

Assim, enquanto fora do Oriente Médio o país é visto como um amigo de todos, a situação é bem diferente entre seus vizinhos.

"É uma nação que vem tentando trilhar um caminho próprio que envolve tanto a Irmandade Muçulmana quanto o Irã, e essa combinação é inaceitável para a Arábia Saudita e os Emirados Árabes."

Essa mudança na postura global do país ajuda a explicar a atual crise no qual é o grande protagonista.

"Até o fim dos anos 1980, o Catar era uma pequena nação que seguia a liderança da Arábia Saudita. É um grande contraste com o Catar dos últimos 30 anos, que não respeita as regras", afirma Roberts, do King's College.

"De alguma forma, querem colocar o país de volta no seu lugar."

Trilhar um caminho independente foi o que deu um papel de destaque ao Catar no cenário global. O desafio agora é lidar com problemas de igual proporção decorrentes dessa estratégia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos