Refinarias chinesas entram na negociação mundial de petróleo

Bloomberg News

(Bloomberg) - A previsão é que a China ultrapasse os EUA como maior importador de petróleo do mundo em 2016. Isso se deve, em grande parte, a um grupo de compradores que não tinham autorização para comprar petróleo estrangeiro há um ano.

Compras chinesas recorde têm sido um raro ponto positivo para os produtores globais em meio ao excesso de oferta que está levando os preços ao patamar mais baixo em mais de 11 anos.

A boa notícia para os grandes produtores é que as importações do maior usuário de commodities do mundo devem acelerar ainda mais neste ano, com as refinarias privadas representando quase um quinto do total, de acordo com uma pesquisa da agência de notícias Bloomberg com executivos das empresas.

O governo chinês começou a conceder licenças de importação em 2015 para essas refinarias independentes como parte de uma campanha para impulsionar o investimento privado no setor de energia.

Embora as refinarias sejam responsáveis por quase um terço da capacidade de refino do país, somente gigantes estatais como PetroChina e China Petroleum Chemical tinham autorização para importar petróleo bruto. As refinarias privadas tinham que reprocessar o óleo combustível ou depender do fornecimento de rivais maiores.

Elas provavelmente vão importar pelo menos 1,1 milhão de barris por dia de petróleo neste ano, de acordo com uma pesquisa com executivos nas refinarias.

A China vai importar um total de 7,4 milhões de barris por dia, superando as compras dos EUA de 7,26 milhões de barris em 2016, de acordo com a ICIS China, uma empresa de pesquisa do setor. Eis detalhes sobre as maiores dessas empresas e seus planos para 2016:

  • Shandong Dongming Petrochemical Group

A maior das empresas privadas quer utilizar totalmente sua cota de importação anual de 7,5 milhões de toneladas de petróleo bruto, ou seja, cerca de 150 mil barris por dia, em 2016, disse Shen Fan, vice-gerente geral da Pacific Commerce Holdings, sua unidade de negociação.

O total equivale a 87,5% a mais que as compras no ano passado. Ela possui duas refinarias, uma com capacidade de processamento de 180 mil barris por dia em Heze, na província de Shandong, e outra de 60 mil barris por dia em Lianyungang, na província de Jiangsu, ambas no leste da China.

  • Panjin North Asphalt

A produtora de asfalto planeja importar 7 milhões de toneladas de petróleo bruto em 2016, também utilizando toda a sua cota, em comparação com 3 milhões de toneladas no ano passado, de acordo com Tang Ke, vice-gerente geral.

  • Baota Petrochemical Group

Planeja importar 6,1 milhões de toneladas em 2016 para sua refinaria com capacidade de 150,6 mil barris por dia, o valor integral em sua licença, em comparação com cerca de 2 milhões de toneladas no ano passado, disse o vice-presidente Zhang Fajun.

  • Chambroad Holding

Pode comprar cerca de 3 milhões de toneladas do exterior em 2016, de acordo com um executivo. A companhia não recebeu remessas de petróleo bruto importado no ano passado, disse ele, que pediu para não ser identificado por causa da política interna.

  • Sinochem Hongrun Petrochemical

A empresa planeja importar 5,3 milhões de toneladas em 2016, sua cota completa, de acordo com um executivo. Isso é "muito mais do que importamos em 2016", disse Zhang Zhaohui, gerente de operações da Sinochem Hongrun.

  • Shandong Kengli Petrochemical Group e Shandong Huifeng Petrochemical

A refinaria da Kengli, com capacidade para 60,2 mil barris por dia, planeja importar 2,52 milhões de toneladas em 2016, disse um executivo da empresa. A refinaria de Shandong, que importou menos de 1 milhão de toneladas em 2015, pode refinar os tipos leve e pesado, disse o funcionário, que pediu para não ser identificado por causa de política interna.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos