Bolsas

Câmbio

Robôs vão dobrar a produção em nova fábrica japonesa da Shiseido

Bloomberg News

(Bloomberg) - A fabricante japonesa de cosméticos Shiseido tem metas ambiciosas para sua primeira fábrica nova no Japão em 37 anos: aumentar a produção em 50% e reduzir os custos de produção. E a empresa pretende fazer isso sem contratar novos trabalhadores.

Ou seja, trabalhadores humanos. Os robôs serão fundamentais para atingir os objetivos de produção na instalação de 40 bilhões de ienes (US$ 340 milhões) com um novo centro de distribuição em Osaka.

A fábrica pretende chegar a produzir 100 milhões de produtos de cuidados para a pele por ano e, ao mesmo tempo, reduzir os custos de produção, disse a empresa com sede em Tóquio, que vai transferir cerca de 900 funcionários de outra planta existente que será fechada.

A fábrica, que deve entrar em funcionamento no ano fiscal de 2020, mostra como o aumento da automação pode ajudar a base fabril japonesa após anos de esvaziamento das fábricas e de busca de mão de obra mais barata no exterior.

Os robôs possibilitarão que os produtores japoneses eliminem até 25 por cento dos custos trabalhistas nas fábricas até 2025, de acordo com uma análise feita pelo Boston Consulting Group em 2015.

Em outros países, a automação costuma gerar o medo de demissões, mas a força de trabalho japonesa está diminuindo e justifica a iniciativa de incluir mais robôs, de acordo com Hisashi Yamada, economista do Japan Research Institute em Tóquio.

"O Japão não tem um conjunto extra de trabalhadores", disse Yamada. "O Japão aumentará a colaboração entre máquinas e pessoas no médio e longo prazo".

Há muito espaço para aumentar a produtividade dos trabalhadores no Japão. O país tem o nível mais baixo de produtividade entre os membros do G7.

A Coreia do Sul enfrenta uma situação semelhante com o envelhecimento de sua mão de obra.

A Shiseido está dando um exemplo de como a tecnologia pode possibilitar que as empresas fabriquem produtos de alta qualidade e não apenas compitam por preços, disse Yamada.

Para os trabalhadores, o benefício não parece ser tão evidente. Os funcionários da Shiseido que forem transferidos para a nova fábrica não receberão um aumento relativo à maior capacidade de produção, de acordo com a empresa.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos