Bolsas

Câmbio

Novo padrão para manter a geração Y contente no trabalho

Chris Stokel-Walker

(Bloomberg) -- Um forte tapinha nas costas e umas palavras de incentivo já não bastam para manter a geração Y contente no trabalho.

Mais de três quartos dos trabalhadores do Reino Unido de 18 a 24 anos dizem que benefícios empresariais são fundamentais para ficarem satisfeitos com o emprego, segundo uma pesquisa divulgada nesta semana pela Perkbox, uma empresa que vende presentes corporativos.

Apenas cerca de metade dos baby boomers (a geração que nasceu após a Segunda Guerra Mundial) no Reino Unido vinculou sua satisfação no emprego a brindes, informou a pesquisa.

Vales presentes da Amazon, por exemplo, são a representação física de um empregador atencioso e generoso, disse Saurav Chopra, um dos fundadores da Perkbox. Skyscanner, um site de comparação de voos com sede em Edimburgo, na Escócia, dá aos funcionários descontos em lanchonetes e cabelereiros locais. O

Airbnb oferece aos funcionários US$ 2.000 por ano para gastar em propriedades do site de compartilhamento de moradia em qualquer lugar do mundo.

"Os jovens da geração Y veem isso como algo que os empregadores deveriam fazer como norma, ao passo que os trabalhadores mais velhos veem isso como um bônus", disse Chopra.

Genie Powers, 32, de Manchester, na Inglaterra, avaliou cuidadosamente suas opções antes de aceitar uma oferta de emprego do mercado on-line de automóveis Auto Trader Group. Ela ficou impressionada com as pequenas coisas, como um programa para pagar o estacionamento antes de impostos, um clube de vinho para os funcionários e um plano de saúde particular financiado pela empresa.

"Nem todos os empregadores fazem isso", disse ela. "Algo em relação a essas ofertas me levou à Auto Trader em primeiro lugar."

Atrair novas contratações é fundamental, mas o principal objetivo do esquema de benefícios para funcionários da Auto Trader é evitar que eles abandonem o barco, disse Christos Tsaprounis, diretor de recursos humanos da empresa.

Em um mundo profissional cada vez mais competitivo, comprar a lealdade dos funcionários pode ser um investimento inteligente.

Um quarto dos jovens da geração Y espera ter seis ou mais empregadores ao longo da vida, de acordo com uma pesquisa da PwC. Quase metade dos trabalhadores dessa geração disse à Deloitte neste ano que pretendia trocar de trabalho nos próximos dois anos.

Descobrir qual é a melhor maneira de recompensar o trabalho de um funcionário é difícil, disse Charles Cotton, assessor de desempenho e recompensa da Chartered Institute of Personnel and Development. Mas ele alertou que os empregadores precisam tomar cuidado: recompensas padronizadas não funcionam.

"Se o dinheiro estiver apertado, [a recompensa] pode vir na forma de um simples agradecimento ou de dois dias extras de férias remuneradas", disse ele.

De modo geral, 69% dos trabalhadores vinculam sua satisfação no emprego às vantagens e aos benefícios oferecidos pelo empregador, de acordo com a pesquisa da Perkbox com 1.000 trabalhadores britânicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos