Bolsas

Câmbio

Criadores do Canadá deixam carne de bisonte mais cara nos EUA

Jen Skerritt

(Bloomberg) -- O hambúrguer de bisonte acaba de ficar mais caro nos EUA.

Os preços da carne de bisonte moída atingiram altas históricas porque os criadores do Canadá estão segurando mais animais para expandir seus rebanhos e para tirar proveito do crescente apetite pela carne do animal que se alimenta de grama. O custo se manteve em uma alta recorde de 23,93 dólares canadenses (US$ 17,94) por quilo em novembro após atingir o pico um mês antes. Os preços haviam subido 41 por cento em relação a um ano antes e quase duplicavam o valor de um quilo de carne bovina moída, segundo o ministério da agricultura do Canadá.

"Com os preços atuais, a retenção continuará e isso certamente agravará o problema da oferta", disse Terry Kremeniuk, diretor-executivo da Associação Canadense da Carne de Bisonte (CBA, na sigla em inglês), com sede em Regina, Saskatchewan.

Os preços dos bisontes vêm subindo devido ao aumento da demanda por esse produto de nicho entre os consumidores dos EUA ocasionado pela taxa de câmbio favorável e pelo fato de mais pessoas quererem consumir alimentos orgânicos e proteínas alternativas saudáveis. A carne do bisonte alimentado com grama tem menos calorias, colesterol e gordura do que a carne bovina e os animais são criados sem hormônios nem antibióticos.

Com o aumento da demanda, os criadores do Canadá estão relutando mais em mandar seus animais para o abate e optam por retê-los a fim de expandir o rebanho. Como resultado, menos bisontes estão sendo exportados para processamento nos EUA, o maior mercado do Canadá, e a produção doméstica provavelmente tenha caído 25 por cento em 2016 em relação ao ano passado, para 10.500 animais, disse Kremeniuk.

Preço triplicou

O preço da carne moída mais que triplicou nos últimos cinco anos e subiu em relação aos 16 dólares canadenses por quilo do início do ano, mostram dados do setor agrícola. Como comparação, a carne bovina moída caiu 15 por cento no varejo nos EUA em relação ao recorde alcançado em fevereiro de 2015 porque os criadores de gado americanos expandiram seus rebanhos após uma seca prolongada no Texas. Os preços do frango e da carne de porco também caíram em 2016 devido ao excesso de oferta de carne.

"Os hambúrgueres e a carne moída de bisonte são os itens preferidos de muitas receitas e de muitos restaurantes e estamos vendo o interesse de muitas pessoas", disse Roger Van Haren, criador dono de 100 bisontes ao norte de Red Deer, Alberta. "Trata-se de algo que muita gente está experimentando e em que não se importam de gastar alguns dólares a mais."

O abate e a exportação de bisonte deverão cair ainda mais porque os produtores estão segurando os jovens bezerros que normalmente seriam vendidos, disse Van Haren. No ano passado, Van Haren segurou 40 por cento dos bezerros que normalmente enviaria para abate e planeja continuar fazendo isso para ampliar seu rebanho para cerca de 500 cabeças.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos