Bolsas

Câmbio

Diretora do Fed diz estar 'confortável' com juro maior nos EUA

David Roman

(Bloomberg) -- A responsável pelo escritório regional do banco central americano em Cleveland,
Loretta Mester, disse que estaria "confortável" com uma elevação na taxa básica de juros agora, com a aceleração das pressões inflacionárias.

Em resposta a perguntas colocadas após um discurso em Cingapura nesta segunda-feira, a executiva do Federal Reserve afirmou que a instituição ainda não está "atrás da curva", mas que o adiamento do aperto da política monetária criaria riscos.

"Eu ficaria confortável com um aumento na taxa básica de juros a esta altura, se a economia continuar se movendo da mesma forma", ela declarou. "Minha perspectiva embute um aumento gradual na taxa de juros ao longo do tempo. E estou confortável com isso."

As apostas do mercado na elevação dos juros em março ou maio aumentaram após o tom relativamente contundente do depoimento da presidente do Fed, Janet Yellen, ao Congresso na semana passada e a divulgação do índice de inflação em nível robusto em janeiro. Segundo Mester, os agentes do mercado e o Fed agora estão "pensando na economia da mesma maneira."

"Na minha cabeça, o estado atual da economia pede que nós levemos a taxa de juros para cima", ela disse. "Mas ninguém no Fed, eu diria, está pensando em subir muito acentuadamente."

Durante seu discurso na conferência do Centro de Interdependência Global, Mester disse que a economia dos EUA está em "base sólida" e que, para chegar a esse resultado, foram necessárias "ações extraordinárias" fora do que se entende por política monetária normal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos