Plataformas de hedge funds consideram bitcoin só uma moda

Suzy Waite e Nishant Kumar

(Bloomberg) -- A marcha do bitcoin rumo à respeitabilidade está enfrentando mais um obstáculo porque as plataformas de hedge funds rejeitam as propostas de empresas que negociam criptomoedas.

A Brooklands Fund Management, a Mirabella Advisers e a Privium Fund Management -- que fornecem funções administrativas e ajuda regulatória para empresas de investimento -- dizem que tiveram reuniões com fundos de bitcoin nos últimos meses. Até agora, elas rejeitaram pedidos para aceitá-los como clientes, citando que falta entender a reserva de valor e também a preocupação relacionada a se a moeda é um ativo legítimo ou uma bolha prestes a estourar.

Esse é o mais recente revés para uma moeda digital que está tentando entrar no mainstream financeiro. Embora os investidores tenham adotado o bitcoin, empurrando a moeda para mais de US$ 8.000, algumas grandes empresas não estão muito convencidas e o chefe do JPMorgan Chase & Co., Jamie Dimon, chama seus devotos de "burros".

"O maior risco que enfrentamos é: É publicidade? É moda? Ou veio para ficar?", disse Clayton Heijman, CEO da Privium para o Reino Unido, Países Baixos e Hong Kong. "É o Tamagotchi de 20 anos atrás?", acrescentou ele, em referência aos simuladores de animais de estimação digitais que foram uma das maiores modas da década de 1990.

Medo

Heijman disse que tem conversado com três ou quatro fundos de moedas digitais por semana nos últimos meses, mas que antes de considerar incorporá-los à sua plataforma seria preciso responder a várias perguntas-chave, entre elas o potencial de lavagem de dinheiro.

O co-CEO da Brooklands, Michael Williams, descreveu seus encontros com quatro hedge funds de bitcoin nos últimos dois meses como "reuniões de apresentação" que provavelmente não acabem em uma parceria em um futuro próximo. A Autoridade de Comportamento Financeiro do Reino Unido, que já advertiu sobre a volatilidade das criptomoedas, "não os veria com bons olhos", disse ele.

"Os riscos são enormes para as plataformas", disse Oz Eleonora, fundador da Zinica Group, uma empresa de investimento em criptoativos, e membro do Blockchain Institute of Technology nos EUA.

Boom ou bolha?

Muitos investidores estão dispostos a comprar bitcoin -- mesmo depois de Ray Dalio, fundador da empresa de hedge funds Bridgewater Associates, dizer que era uma "bolha". A moeda digital mais usada subiu mais de 750 por cento neste ano e recentemente seu valor total ultrapassou US$ 100 bilhões.

Mas por enquanto as plataformas estão esperando.

Os fundos estão "tendo dificuldades para achar fornecedores de serviços que queiram ajudá-los", disse Cedric Jeanson, ex-trader do JPMorgan que abriu o BitSpread Ltd., um hedge fund baseado em bitcoin, em 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos