Bolsas

Câmbio

Britânico fabrica bicicletas sob medida que duram a vida toda

Lisa Fleisher

  • Reprodução

(Bloomberg) -- Darron Sven Coppin quer fabricar uma bicicleta para você. Ele vai demorar cerca de seis semanas, e ela vai durar a vida toda.

Ele vai conversar com você sobre suas expectativas, explicará o que é possível dentro do orçamento e depois montará tudo em sua oficina de três funcionários em Weymouth, no Reino Unido, uma cidade no litoral do Canal da Mancha que fica a aproximadamente três horas de carro de Londres.

"A maioria dos ciclistas que eu conheço tem uma ideia de como seria sua bicicleta dos sonhos", diz Coppin, 47. "Não necessariamente é algo que você possa comprar pronto, e pode ser uma ideia que vem evoluindo em sua cabeça. Muita gente chega com esboços, álbuns de recortes."

A Sven Cycles, sua empresa, está no mercado desde 2012 e já produziu mais de 200 bicicletas sob medida. Quando possível, ela trabalha com peças e materiais britânicos, como os canos Reynolds e os selins Brooks.

Coppin acrescenta o que ele chama de "estilo moderno" às técnicas tradicionais de montagem de bicicletas, como o uso de discos de freio, que oferecem mais controle e funcionam melhor com o clima ruim do que os freios tradicionais no aro.

A partir de R$ 7.500

Bicicletas semipersonalizadas custam a partir de 1.700 libras (R$ 7.514) --ou seja, os clientes podem pedir pequenas modificações na estrutura, cores específicas, pneus adequados para determinado terreno e até mesmo um carregador USB.

Uma bicicleta criada completamente sob medida pode custar mais de 10 mil libras (R$ 44.203). Clientes de diversos lugares da e da Austrália já importaram as bicicletas. Recentemente, um chefe de cozinha de Nova York fez um pedido. Membros da equipe olímpica de vela do Reino Unido já foram clientes.

Método artesanal

A parte mais difícil e trabalhosa do processo é garantir que a estrutura fique corretamente alinhada após a soldagem. Após serem aquecidas, as peças podem se mover, ainda que um ou dois milímetros, e construir as coisas direito é uma arte. Sven não emprega métodos altamente tecnológicos para orientar o processo de produção: nada de lasers, só uma régua de aço e uma caneta.

A loja fabrica muitas de suas próprias ferramentas. "Esta não é uma espécie de engenharia de precisão aeroespacial", diz Coppin.

"Quando você analisa as fábricas do passado, as pessoas estavam fumando um cigarro, encaixando as peças a marteladas, soldando-as --é um processo bastante industrial. O que nós tentamos fazer é acrescentar um pouco mais de elegância ao design e ao acabamento das bicicletas, só para que elas sejam um pouco mais especiais."

Preferência para as usadas

Coppin sabe que hoje em dia os clientes podem encontrar bicicletas por menos de US$ 200, produzidas em série em uma fábrica do outro lado do mundo (a maioria das bicicletas é feita na China e em Taiwan, embora o setor de fabricação de bicicletas da Europa esteja florescendo). Ele preferiria que as pessoas comprassem uma bicicleta usada, mas de fabricação sólida, por US$ 400.

"Antigamente, se você comprasse uma bicicleta de primeira linha nas décadas de 1930 ou 1940, elas custavam alguns meses de salário", diz ele. "Mas ela durava 40 anos e você podia passá-la a seus filhos. Agora tudo é muito descartável. As pessoas compram uma bicicleta e, dois anos depois, compram outra só porque saiu uma cor nova."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos